Preço do litro da gasolina comum tem novo aumento e chega a R$ 6,29 em Natal

 


O preço da gasolina subiu pelo menos R$ 0,30 em alguns postos de combustíveis da Grande Natal. O novo preço de R$ 6,29 pegou muitos consumidores de surpresa.

O funcionário público Francisco Canindé, que coloca gasolina no carro todo dia, desanimou quando chegou no posto da Avenida Felizardo Moura nesta quinta-feira (24), e o preço do litro não era mais de R$ 5,99.

Desde março, a Petrobras anunciou duas reduções no preço médio da gasolina, mas, na prática, o preço não baixou nas bombas. Desta vez, o preço subiu sem aparente explicação.

De acordo com o economista Janduir Nóbrega, a variação no preço local tem interferência direta na alta do dólar. Uma combinação da moeda americana em alta e do aumento da cotação internacional do petróleo tem feito o preço do combustível aumentar muito no Brasil. A tendência para os próximos meses é ainda mais desanimadora. "Não é só o preço da gasolina que aumenta. Aumenta o custo dos fretes, de produção, de entrega dos produtos, e tudo isso faz com que o poder de compra do trabalhador se torne cada vez mais sacrificado", lembra.

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos-RN) disse, em nota, que não comenta os valores praticados individualmente pelos estabelecimentos, mas justificou que o preço da gasolina está sendo forçado para cima em virtude da alta do etanol, que representa 27% da gasolina.

Em maio deste ano, o Ministério Público recebeu denúncia da vereadora Camila Araújo (PSD) sobre o aumento nos valores dos combustíveis em Natal desde janeiro, no comparativo com outras capitais do Nordeste. A perícia feita pela Central de Apoio Técnico Especializado, do MPRN, apenas constatou a diferença do preço da gasolina em Natal em relação a Fortaleza e João Pessoa, constando que o preço médio da gasolina comum em Natal é R$ 0,25 acima da média do preço médio das três capitais vizinhas, o que, em termos percentuais, equivale a 5,26%. A diferença do preço médico entre Natal e João Pessoa é de R$ 0,42, correspondendo a 8,19%. A perícia concluiu que não houve abusividade no aumento e, por isso, a decisão do MP foi pelo arquivamento da denúncia.

Mesmo com o arquivamento dessa investigação, o Procon-RN continua recebendo denúncias e reclamações.

G1 RN

Nenhum comentário