PF é recebida a tiros ao cumprir mandado contra empresário no Amazonas

 


A Polícia Federal foi recebida a tiros nesta quarta-feira 2 ao cumprir mandados contra um empresário alvo da 4ª fase da Operação Sangria, que investiga supostos desvios de recursos de combate à Covid no Amazonas. O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o secretário de Saúde do estado, Marcellus Campêlo, também estão entre os investigados.

Segundo uma fonte, ninguém ficou ferido.

A PF apura supostas irregularidades na construção do hospital de Campanha Nilton Lins, usado para o combate ao coronavírus no estado.

Wilson Lima foi alvo de busca. Já o secretário Marcellus Campêlo é um dos alvos de mandado de prisão. Ele não foi encontrado em dois endereços nos quais foi procurado.

G1

Nenhum comentário