Mais de 100 mil doses da vacina contra covid-19 são distribuídas aos municípios do RN nesta sexta (25)

 


A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está distribuindo, ao longo desta sexta-feira (25), 100.952 vacinas contra a covid-19. As doses são destinadas tanto à ampliação dos públicos a serem imunizados, quanto para completar o esquema de vacinação dos potiguares que tomaram a primeira dose.

Com o apoio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesed), representada pela Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar, a Sesap iniciou o processo de distribuição para todas as regiões do Rio Grande do Norte nas primeiras horas da manhã, dividindo o carregamento em quatro imunizantes: Janssen (24.300 doses), Pfizer (35.712), Coronavac/Butantan (25.600) e Astrazeneca/Fiocruz (15.340).

Com exceção da vacina produzida pela Fiocruz, todas as demais são voltadas para a primeira dose. Os lotes estão divididos entre os seguintes públicos, seguindo o plano nacional de imunização: população em situação de rua, trabalhadores do transporte, profissionais da educação, população privada de liberdade e população em geral por faixa etária.

“Neste momento da campanha, a gente vai conseguir dar uma acelerada para conseguir imunizar o maior número de pessoas. E, ainda neste fim de semana, esperamos novas doses para conseguirmos não ter paralisação da campanha e seguirmos nesse ritmo que estamos mais acelerados”, destacou a coordenadora de Vigilância em Saúde, Kelly Maia.

Esta é a primeira vez que o RN recebe a vacina da Janssen, cuja imunização é feita com uma única dose, diferentemente de outras vacinas, o que permite uma imunização mais rápida. Este é o único imunizante em etapa avançada de testes que funciona com apenas uma dose. Por causa disso, essa vacina terá a prioridade de atender a população de rua e caminhoneiros, dois públicos que apresentam dificuldades de retorno para a segunda dose. Atendidos estes dois públicos, restritos a alguns municípios do RN, a vacina deve ser utilizada para a aplicação no público nas pessoas sem comorbidades com idade abaixo dos 59 anos.

As vacinas da Coronavac/Butantan e da Pfizer serão divididas entre trabalhadores da educação e do transporte, portadores de comorbidades ou deficiências, gestantes, puérperas e lactantes, além das forças de segurança. O Ministério da Saúde indicou que a carga de Coronavac/Butantan contempla a primeira e a segunda doses, devendo ser reservada a metade para completar o esquema vacinal dentro do tempo correto, enquanto a Pfizer é toda direcionada para a primeira dose.

Além da população em geral, o maior público a ser atendido é o da educação, que conta com mais de 19 mil doses reservadas. A Sesap e os municípios pactuaram nesta quinta-feira (24) a realização de mutirões de vacinação dos trabalhadores da área, para que até o fim deste mês de junho todos tenham tomado a primeira dose.

O carregamento de segunda dose que segue para os municípios nesta sexta-feira soma 15.340 unidades da Astrazeneca/Fiocruz, seguindo o acerto entre Sesap e municípios para liberação dos imunizantes dentro do período certo de aplicação. As vacinas vão atender pessoas em situação de rua e idosos entre 65 a 69 anos que tomaram a primeira dose em meados do fim de março e começo de abril.

Nenhum comentário