Febre aftosa: Campanha de vacinação seguirá durante todo o mês de junho no RN



O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn) informa que a primeira etapa da campanha de imunização contra a febre aftosa teve início na terça-feira (01), e seguirá durante todo o mês de junho.  

Nesta etapa, a vacinação é obrigatória para bovinos e bubalinos de todas as idades e acontece em todos os municípios do Rio Grande do Norte. O produtor cadastrado junto ao Idiarn deve adquirir sua vacina em uma das revendas autorizadas a comercialização, vacinar os animais e declarar o rebanho até 15 de julho. A declaração pode ser feita nos escritórios do Idiarn, Emater ou Secretarias Municipais de Agricultura.

Com um rebanho de mais de 1 milhão de animais, o Rio Grande do Norte segue mantendo a cobertura vacinal acima de 90%, garantindo que o Estado mantenha o status de livre da febre aftosa com vacinação.

“É muito importante que mesmo em um período de pandemia, os produtores continuem vacinando e declarando seus animais, já são mais de vinte anos sem focos da doença dentro do Estado e com os altos índices, futuramente conseguiremos retirar a obrigatoriedade da vacinação”, diz Mário Manso, Diretor-geral do Idiarn.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.

Nenhum comentário