CGU e AGU recuperam mais R$ 86 milhões desviados da Petrobras

 


A Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) fecharam nesta sexta-feira (25) um acordo de leniência para devolução de R$86 milhões aos cofres públicos roubados da estatal Petrobras, de acordo com investigações da Operação Lava Jato durante os governos do PT chefiados por Lula. As informações são do portal Diário do Poder.

O caso envolve as empresas Amec Foster Wheeler Energy Limited e Amec Foster Wheeler America Latina. De acordo com os órgãos, os ilícitos referem-se a fatos antigos e ocorreram em um projeto firmado com a estatal antes das duas empresas serem compradas pelo John Wood Group, que cooperou efetivamente com as investigações.

Pelo acordo, além do ressarcimento, o grupo deverá aperfeiçoar seus mecanismos de governança e de compliance (adoção de mecanismos que garantam o cumprimento das normas para evitar riscos e dar mais segurança).

O acordo faz parte de uma resolução global de leniência, que também teve participação do Ministério Público Federal (MPF), o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e o Escritório de Fraudes Graves do Reino Unido.

Nenhum comentário