Cerca de 150 pessoas são vítimas de golpes imobiliários no RN

 


Nesta semana, a Delegacia de Defraudações de Mossoró prendeu uma quadrilha que aplicava o golpe da casa própria com imóveis da Caixa Econômica Federal (CEF).Os suspeitos se passavam por corretores de imóveis e faziam promessas de venda de casas a custos promocionais.

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-RN), representado pela delegada do Conselho em Mossoró, Eliene Alves, cooperou com a polícia fornecendo informações sobre o funcionamento do mercado imobiliário. Para o presidente do Creci-RN, Roberto Peres, a função da Fiscalização é buscar os contraventores, com o intuito de denunciá-los para que não provoquem prejuízos para a população como este ocorrido no Oeste potiguar.

“Nós sabemos a ação danosa de alguém que se passa por corretor de imóveis pode fazer, por isso nossa função é fiscalizar e reivindicar que as transações imobiliárias sejam feitas com um profissional corretor, com o intuito de evitar golpes e trazer mais confiança para o negócio”, alertou o presidente.

A quadrilha usava anúncios no facebook para atrair os interessados em adquirir casas e muitos fizeram empréstimos para dar entrada no pagamento das casas. Estima-se que cerca de 150 famílias tenham sido vítimas do golpe apenas em Mossoró e há indícios de que a quadrilha chegaria em municípios da região do Vale do Açu com a mesma prática.

Nenhum comentário