Lutador potiguar apaga rival no 1º round e vai à final do GP do Bellator

 


Não há dúvidas de que Patrício 'Pitbull' é o maior nome da história do Bellator. Dono dos cinturões dos pesos-leves (70 kg) e dos pesos-penas (66 kg),o brasileiro natural de Mossoró-RN retornou ao cage nesta sexta-feira (2) para enfrentar novamente o americano Emmanuel Sanchez. E desta vez, ao contrário do primeiro encontro, a vitória veio com tranquilidade.

Dono do centro do octógono, o brasileiro se manteve calmo à espera de uma oportunidade para usar sua explosão e encurtar a distância. Quando faltavam dois minutos para o final do primeiro assalto, Pitbull aproveitou uma tentativa de chute do rival para conectar um cruzado de esquerda que o levou a knockdown. Na sequência, uma rápido movimento decretou o final do confronto. 

Assim que levantou, Sanchez deixou o pescoço à mostra para uma rápida guilhotina aplicada por Patrício. Como o oponente não bateu, o brasileiro avisou o árbitro central assim que percebeu que o desafiante havia desmaiado. Vitória tranquila, manutenção do cinturão dos penas e garantia da vaga na grande final do GP da categoria, que premiará o vencedor com o cheque de um milhão de dólares (cerca de R$ 5,7 milhões).

Ao final do confronto, o campeão recebeu a visita de A.J. McKee, americano com quem medirá forças na grande final. Sem delongas, os atletas posaram para as fotos fazendo a tradicional encarada, o que abriu espaço para um breve troca de provocações entre eles. A final do GP ainda não tem data confirmada. 

Aos 33 anos, Patrício 'Pitbull' acumula um cartel profissional no MMA com 32 vitórias (sendo apenas nove por decisão) e quatro derrotas. No momento, o atleta soma sete triunfos seguidos na organização.

Fonte: Uol

Nenhum comentário