Gás de cozinha terá aumento a partir desta segunda, diz sindicato

 


O preço do gás de cozinha terá novo aumento. Diante do reajuste dos preços nas refinarias, as distribuidoras informaram um acréscimo de 5% no valor, fazendo com que o botijão de 13 kg chegue a custar R$ 100 ao consumidor do Rio Grande do Norte, informou o Sindicato dos Revendedores autorizados de Gás Liquefeito de Petróleo (Singás-RN). O aumento deve ser praticado a partir desta segunda (5).

O reajuste se deve à elevação, em 5%, do preço médio de venda do gás liquefeito de petróleo (GLP) realizado pela Petrobras para as distribuidoras. O quilo do gás liquefeito de petróleo (GLP) produzido nas refinarias da estatal vai ficar, em média, R$ 0,15 mais caro. O quilo do produto passará a ser vendido a R$ 3,21. De acordo com a empresa, a alta reflete as movimentações da cotação internacional do petróleo, além do câmbio.

O sindicato informou que o preço do botijão de gás deve subir entre R$ 5 e R$ 6 no RN. Com isso, o preço do produto deverá ficar entre R$ 97 e R$ 100.

Este é o 4º aumento em 2021. O último aconteceu há menos de um mês.

Fonte: Agora RN

Nenhum comentário