Lares de idosos não registram casos de Covid-19 após vacinação em Natal

Vacinação de idosos institucionalizados começou no dia 25 de janeiro na capital potiguar - Foto: José Aldenir/Agora RN

As Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), popularmente conhecidas como abrigos, não registraram nenhum novo caso de Covid-19 após a vacinação contra o coronavírus em Natal. 

Ao todo, cerca de 200 idosos que vivem em seis lares na capital potiguar, ouvidos pela reportagem do Agora RN, receberam as duas doses da Coronavac. De acordo com a Prefeitura de Natal, os 492 residentes de todas as 21 instituições foram imunizados. 

A Casa do Idoso Jesus Misericordioso, localizada em Lagoa Azul, bairro da Zona Norte de Natal, chegou a registrar um surto de Covid-19 com 27 casos entre as 40 pessoas que vivem na instituição. A dose de reforço foi aplicada em 15 de fevereiro, aproximadamente duas semanas depois da primeira. Desde então nenhuma nova contaminação foi registrada no centro, que segue mantendo medidas de segurança como uso de máscaras e álcool em gel. 

No Lar do Ancião Evangélico (Lae), na Zona Sul de Natal, três idosos foram infectados durante o primeiro pico da Covid-19 e não desenvolveram sintomas graves da doença. As duas doses da CoronaVac foram aplicadas entre janeiro e fevereiro deste ano e desde então os casos foram zerados na instituição. Mesmo cenário vivido na Casa do Idoso do Centro Sócio-Pastoral, no bairro de Nossa Senhora da Conceição, que chegou a registrar três casos de Covid-19 no início da pandemia, mas não voltou a ter infecções após a vacinação. 

A imunização das pessoas que vivem nas Instituições de Longa Permanência para Idosos em Natal começou em 25 de janeiro, com a primeira dose, e se estendeu até o início da segunda quinzena de fevereiro, com a aplicação da dose de reforço. No Juvino Barreto, o maior abrigo da capital com cerca de 60 idosos, também não foram contabilizados novos casos, assim como no Lar da Vovozinha (Lagoa Nova) e Espaço Solidário (Mãe Luiza). 

A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também informou que se houver algum caso de reação aos imunizantes, as Instituições de Longa Permanência do Idoso (ILPI) irão notificar.

 Vacinação de idosos 

A SMS começou na quarta-feira 10 a vacinação dos idosos de 78 anos ou mais. A imunização acontece em três pontos de drive-thru localizados no Palácio dos Esportes, Ginásio Nélio Dias e Via Direta. Os idosos de 90 anos ou mais que receberam a primeira dose também estão aptos a receber a vacina de reforço na capital potiguar.

 Agora RN

Nenhum comentário