Consulta do auxílio emergencial poderá ser feito em 1º de abril; veja como fazer



O início do pagamento do novo auxílio emergencial 2021 depende ainda da verificação dos cadastros do beneficiários. O Ministério da Cidadania informou que inicialmente receberão o benefício os trabalhadores informais e beneficiários do Bolsa Família que tiveram reconhecido o direito a receber o benefício na competência de dezembro de 2020. 

Consulte no link https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#/

A Dataprev realizará o cruzamento das pessoas cadastradas neste grupo de beneficiários com os critérios do novo programa (veja as regras abiaxo). A partir do dia 1º de abril, os trabalhadores poderão verificar o resultado do processamento de março no Portal de Consultas da Dataprev .

 Para verificar, será preciso preencher o cadastro com o número do CPF, nome completo, nome da mãe (ou mãe desconhecida) e a data de nascimento, além de marcar a opção “não sou robô”. 

O Ministério da Cidadania ainda não divulgou o calendário para início do pagamento do benefício, mas a expectativa é começar os depósitos ainda em abril, e pagar em quatro parcelas até julho. A pasta ainda não informou se vai haver tempo para contestação a negativas de pagamento. 

Para realizar o processamento, os técnicos da Dataprev estão verificando os dados dos inscritos nos cadastros oficiais da União. Até o presente, 24 bases foram indicadas pelo Ministério da Cidadania. Já em 2020, foram consultadas as informações de 22 instituições diferentes. 

Outro grupo trabalha programação do sistema que processará os dados dos brasileiros. 

A previsão é que o primeiro processamento seja finalizado até fim deste mês de março. Todos os resultados serão enviados ao Ministério da Cidadania para aprovação. 

De acordo com o Ministério da Cidadania, o auxílio emergencial 2021 será limitado a uma pessoa por família, sendo que mulher chefe de família monoparental terá direito a R$ 375, enquanto o indivíduo que mora sozinho – família unipessoal – receberá R$ 150. 

O público do Bolsa Família será contemplado com o benefício conforme o calendário habitual do programa. Os demais receberão na Conta Social Digital. 

O Ministério da Cidadania informou que os recursos de R$ 43 bilhões do auxílio emergencial 2021 serão distribuídos da seguinte forma: 

R$ 23,4 bilhões ao público já inscrito em plataformas digitais da Caixa (28.624.776 beneficiários); R$ 6,5 bilhões para integrantes do Cadastro Único do Governo Federal (6.301.073 beneficiários); R$ 12,7 bilhões para atendidos pelo Programa Bolsa Família (10.697.777 beneficiários).


Agora RN

Nenhum comentário