ALRN apresenta eLegis e fará cooperação para implantar ferramenta na Alesc

 


Mais uma vez, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte foi procurada por outras casas legislativas do país para compartilhar ferramentas tecnológicas desenvolvidas pela equipe de tecnologia da informação do parlamento potiguar. Na tarde desta quinta-feira (18), em quase três horas de reunião virtual, profissionais da ALRN expuseram a ferramenta eLegis para servidores da Assembleia de Santa Catarina, que tem o interesse em também utilizar a ferramenta, uma das mais eficientes e premiadas do país no âmbito do Legislativo.

Em outubro de 2020, o diretor de Gestão Tecnológica da ALRN, Mário Sérgio Gurgel, fez a apresentação junto à equipe de algumas ferramentas a membros das assembleias de São Paulo e de Santa Catarina. Enquanto a casa paulista implantou a ferramenta voltada aos Recursos Humanos, também desenvolvida pela ALRN, o parlamento catarinense buscou, nesta reunião, mais informações para a implementação do eLegis.

O eLegis é um sistema eletrônico que gerencia a atividade legislativa de forma digital, desde o nascimento no gabinete parlamentar, seguindo todo o tramite, até o arquivamento, sem uso de papel e sem possibilidades de extravio ou interferência manual. Além disso, a ferramenta conta também com a integração ao Sistema de Deliberação Remota (SDR), desenvolvida pela equipe da ALRN e que viabilizou de maneira revolucionária a atividade parlamentar de maneira virtual e remota, adequando-se à realidade da pandemia do novo coronavírus.

"A primeira reunião foi só uma apresentação conjunta. Agora, a Assembleia de Santa Catarina solicitou ao presidente Ezequiel Ferreira (PSDB) um termo de cooperação para que gente pudesse compartilhar, sem custos, a ferramenta desenvolvida pelos profissionais da Casa. Por isso, essa reunião teve a participação de mais pessoas, para detalhar bem as funcionalidades da ferramenta e possibilitar que a equipe de lá também tirasse as dúvidas", explicou Mário Sérgio Gurgel.

Diretor Legislativo da Alesc, Leonardo Zetti rasgou elogios à ferramenta desenvolvida pela ALRN. Junto aos técnicos do parlamento catarinense, ele agradeceu pela disponibilidade da equipe potiguar e disse que vai buscar implementar o eLegis o quanto antes na Alesc.

"Vocês estão de parabéns pela ferramenta que desenvolveram. No ano passado eu já havia ficado bem empolgado e agora, seguindo a orientação de acabar com o papel, os carimbos e as assinaturas de caneta aqui na Casa, vamos dar andamento a implantação", disse Zetti.

Nenhum comentário