Vivaldo Costa quer garantir fornecimento de sementes para agricultores do RN

 


O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) pede garantia para o fornecimento do estoque inicial de sementes aos agricultores do Rio Grande do Norte, no ano de 2021. A solicitação foi oficializada por meio de requerimento enviado à governadora Fátima Bezerra, ao secretário estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), Guilherme Saldanha e ao diretor-geral do Instituto e Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Inatern), César José de Oliveira. 

“O Programa Bancos de Sementes é imprescindível para a subsistência das famílias que compõem a agricultura familiar do estado do Rio Grande do Norte, por isso se faz a distribuição em regiões que foram afetadas com a grande estiagem, a saber, a Região do Seridó”, destaca Vivaldo Costa. 

O Programa Bancos de Sementes, iniciado em 2005, prevê em sua filosofia o

fornecimento do estoque inicial de sementes selecionadas para o plantio de milho e feijão para subsistência das famílias e sorgo Ponta Negra para forragem dos rebanhos. Todas são variedades adaptadas para o semiárido e com o acompanhamento dos pesquisadores da Emparn/Embrapa, que através de suas pesquisas proporcionam ao agricultor familiar do RN, sementes precoces, de ciclo rápido para que seja aproveitada da melhor forma a quadra chuvosa no nosso estado. 

Como funciona 

De acordo com a política do programa, o agricultor recebe o estoque inicial e se compromete a devolver, após o plantio, um percentual que varia de 50% a 100% da semente que recebeu, sendo definido pelos próprios agricultores do banco, em assembleia. 

Essa devolução objetiva a ampliação ou reposição do estoque de sementes nos bancos de sementes. No caso de estiagem, após o levantamento da safra e da situação climática, o Governo do Estado, através da SAPE, poderá realimentar o estoque onde não houve a possibilidade de reposição pelos agricultores. Também, anualmente, há a possibilidade de inclusão de novos bancos de sementes, como também de cancelamento.

Nenhum comentário