Executiva Propaganda comemora 18 anos de atuação no mercado potiguar com inovação e casa nova

 

PUBLICITÁRIOS ERICK GURGEL E ODEMAR NETO SE UNIRAM PROFISSIONALMENTE EM 2003 PARA A CRIAÇÃO DA ENTÃO EXECUTIVA PROPAGANDA. FOTO: DIVULGAÇÃO

De casa nova, a Executiva Comunicação chega aos 18 anos de atividade no próximo dia 15 de março com muito otimismo para seguir galgando novos passos no cenário da propaganda atual e perseguindo a inovação. Com novos clientes, a empresa vê com otimismo os desafios que vêm marcando o atual momento, adotando uma postura vencedora de uma agência que venceu a crise e está pronta para novas iniciativas.

Localizada no Manhattan Business Office, entre os bairros do Tirol e Petrópolis, na zona Leste da capital potiguar, a nova sede é um importante passo dentro da ideia de crescimento da empresa, criada em 2003 pela iniciativa dos publicitários Erick Gurgel e Odemar Neto, e é considerada uma conquista pelos empresários. “Demos esse passo no momento em que vimos a necessidade de conciliar trabalho de qualidade ao nosso atendimento”, avalia Erick Gurgel.

O Manhattan proporciona a infraestrutura que faltava para alavancar os novos negócios, proporcionando condições de avançar no ritmo adotado nos últimos anos. “Aqui, oferecemos todas as condições para um ambiente propenso ao crescimento de todos, na mesma sintonia”, diz Erick Gurgel, se referindo ao endereço, dotado de salas de reuniões, cafeteria, salão de eventos e auditório.

A dupla de publicitários, vinda do campo de eventos, lembra que desde 2003, quando se uniram no  profissional, a Executiva Comunicação vem se consolidando, aperfeiçoando os conceitos que a fizeram galgar um patamar diferenciado no próprio panorama do setor em termos de Rio Grande do Norte: é ser protagonista e agir, quando quase todos se retraem num reflexo da situação atual, acentuada pela pandemia do novo coronavírus. Foi nesse momento que a Executiva enxergou possibilidades para seguir crescendo, trazendo soluções criativas para a sua larga carta de clientes.

Em um momento tão específico, algumas rotinas que passaram a fazer parte da realidade do brasileiro, como o “home office”, já eram experimentadas pela agência antes das restrições causadas pelo covid-19. Uma rede integrada de colaboradores que atua de forma presencial e virtual, conferindo precisão e agilidade para a consecução dos trabalhos. “Trabalhamos tentando antecipar os problemas do cliente antes que eles apareçam”, explica Odemar Neto.

A estratégia se revelou vencedora e conduziu a agência ao status de uma das maiores do mercado potiguar, exibindo uma carteira que inclui grandes clientes públicos e privados, e premiações importantes.

A reformulação da antiga marca “Executiva Propaganda” para a atual “Execom”, também é fruto de pesquisa junto a outros mercados, além de atender ao sentido da palavra “comunicação” de um modo mais amplo. São cerca de 40 clientes públicos e privados que podem se valer de diversos meios e plataformas físicas ou digitais, tendo a abrangência como fator em comum.

Para o futuro, planos claros de crescimento, constante nos últimos anos de atuação no cenário da publicidade e propaganda da capital potiguar. Para tanto, os sócios buscaram experiências fora do Rio Grande do Norte em locais onde o setor tradicionalmente atua com força há mais tempo. A ideia é trazer tais exemplos para o cenário potiguar, tal como foi feito nos 18 anos de história, com aplicação de referências de sucesso.

Nenhum comentário