Aberta a temporada de Festivais Visuais no RN


            A Temporada de Festivais Visuais do RN é um selo pensado entre o Bólide 1050, Duas Estúdio de Fotografia e Margem Hub de Fotografia para fortalecer as iniciativas dos festivais e para potencializar o alcance dos eventos no estado, e, dessa forma, a cena artística em formação.

Alinhando os diferentes projetos a um selo conseguimos apoiar as iniciativas de cada espaço, fortalecer as parcerias entre espaços e agentes culturais, e garantir ao público do Rio Grande do Norte uma programação diversificada e especializada a cada semana”, comenta Sofia Bauchwitz, curadora e produtora do Festival Bólide. “Outros festivais já estão se unindo à iniciativa, como o Camarão Street, do artista Geovane Almeida”, completa.

Os quatro projetos foram contemplados através da Lei Emergencial Aldir Blanc e devem acontecer no primeiro trimestre do ano. “Não podemos negar que a pandemia da Covid-19 atingiu em cheio o setor cultural, gerando uma crise sem precedentes e de extensão imprevisível. Mas é importante ressaltar a grande mobilização nacional dos trabalhadores da cultura para a criação da Lei Aldir Blanc e como isso demonstrou um forte protagonismo dos artistas visuais que produzem em Natal. Revelando-se um número de projetos excelentes, bem como na união e articulação dos produtores para realização dessas ações”, observa Sanzia Pinheiro, curadora e diretora do Festival Bólide.

Festival Bólide

O Festival Bólide1050, que inaugura a Temporada de Festivais Visuais no RN, é um projeto de Sanzia Pinheiro com colaboração de Sofia Bauchwitz e acontece durante toda essa semana com uma programação que conta com palestras e oficinas, além de uma exposição virtual que irá expor os resultados das oficinas. 

A palestra “Futuros ainda Possíveis” da mediadora cultural paulistana, Maíra Endo, encerra o festival no dia 06 de fevereiro, às 19h. Maíra é idealizadora do Cortex - Estudos sobre a Autorganização e do Hipocampo.art, um espaço de arte independente, multidisciplinar e digital, criado em 2016. A palestra, gratuita e aberta, será transmitida  pelo canal do Youtube do Bólide1050


Festival Duas

Logo em seguida acontece o Festival Duas: Artistas Contemporâneas, produzido pelo Duas Estúdio, uma iniciativa das fotógrafas Mariana do Vale e Elisa Elsie.

O festival terá na programação conferências, leitura de portfólio, oficinas e a Expo. Contemporânea, uma exposição voltada especialmente para as mulheres artistas nordestinas.

A convocatória para exposição está aberta até o dia 7 de fevereiro. Cada artista poderá inscrever apenas uma obra, seja uma foto única; uma série de até 03 imagens; um vídeo de até 5 minutos; ou um texto de até uma lauda.

Leia mais no edital www.duasestudio.com/festivalduas

Nenhum comentário