Prefeitura do Natal inicia vacinação contra covid de 500 idosos institucionalizados

 

Foto: SMS/Natal

A Prefeitura do Natal iniciou a vacinação dos idosos que estão em instituições de longa permanência (ILPs) da capital. A rota realizada nesta segunda-feira (25) incluiu seis paradas e o objetivo final é vacinar os 500 idosos que estão nesses locais previamente cadastrados e licenciados pela Vigilância Sanitária natalense.

Juliana Araújo, diretora do Departamento de Vigilância Sanitária disse que a parceria com a UFRN vai permitir a vacinação de todos. “Foi feita uma triagem, uma rota, para que todos sejam vacinados ainda esta semana com a garantia de eficácia e segurança para todos”, explicou Juliana.

A gestora do Centro de Longa Permanência Espaço Solidário, que fica no bairro de Mãe Luiza, Louyse de Andrade revelou que os 22 idosos do local receberam a notícia com muita esperança. “Realizamos reuniões periódicas e eles foram informados. Para eles e para a gente significa esperança de podermos voltar a abraçar os familiares. É uma nova perspectiva em relação a 2020, quando não tínhamos nenhuma”, explicou.

Além do Centro de Longa Permanência de Mãe Luiza, idosos que vivem no Bom Samaritano, Lar do Ancião Evangélico, Jesus Misericordioso, Bem Estar Residencial Geriátrico e Residencial da Melhor Idade devem ser vacinados nesta segunda.

Na terça-feira (26) serão vacinados os idosos das seguintes instituições: Viver Hotelaria Ocupacional, Paço das Palmeiras, Espaço Viver Bem, Solar Residencial Geriátrico (Matriz) e Com Cuidado Residencial (anexo).

Além dos idosos institucionalizados, a Secretaria Municipal de Saúde incluiu, a partir de hoje, na vacinação, os profissionais de saúde que trabalham nas Unidades Básicas em horário extendido, ou seja, que atendem exclusivamente pacientes covid-19. “Também foi incluído Lacem e IMT, exclusivamente a ala que faz exame molecular para pacientes contaminados e as salas de atendimento”, acrescentou Juliana Araújo.

VACINAÇÃO EM CONDOMÍNIOS

A diretora da DVS revelou ainda que a Prefeitura do Natal iniciou um cadastro de idosos que residem em condomínios, na capital potiguar, para que sejam vacinados sem precisar deixar suas residências, evitando aglomerações. “Quero lembrar que estamos apenas fazendo os cadastros, uma vez que Natal ainda não recebeu todas as vacinas necessárias, para você ter uma ideia, recebemos apenas 1/3 dos imunizantes necessários para os profissionais de saúde”, disse. “É mais uma parceria que fizemos com a UFRN e que funcionou muito bem na vacinação contra o influenza – H1N1”, complementou.

Nenhum comentário