Candidatos com sintomas de covid-19 podem pedir reaplicação do Enem 2020

 


Os estudantes que não conseguiram participar do primeiro dia do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2020, neste domingo (17), devido a doenças infectocontagiosas, como a covid-19, poderão participar da reaplicação das provas em 23 e 24 de fevereiro de 2021.

Para pedir a reaplicação, os candidatos devem ter comunicado a condição de saúde por meio da Página do Participante antes da aplicação do exame. 

Nesse caso, além de registrar o ocorrido na Página do Participante, o inscrito deverá entrar em contato com a Central de Atendimento do Inep (0800 616161) e relatar o caso, a fim de agilizar a análise do laudo pela autarquia. A aprovação ou a reprovação da solicitação de reaplicação deverá ser consultada também na Página do Participante.

Além da covid-19, são consideradas doenças infectocontagiosas para pedir a reaplicação: coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, e varicela. 

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a taxa de abstenção do Enem 2020 atingiu o recorde de 51,5%. Até então o maior índice havia sido registrado em 2009, com 37,7%.

Aglomerações

A primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi marcada por aglomerações e desrespeito às normas sanitárias para prevenir a disseminação da covid-19. Após concluírem a prova, neste domingo (17), milhares de estudantes foram às redes sociais para denunciar que o distanciamento social não foi respeitado em seus locais de prova.

Os relatos mais comuns, sobre vários locais diferentes pelo Brasil, indicam que a distância entre as mesas dos candidatos era menor que o recomendável; não havia álcool em gel disponível na entrada de todas as salas de aula; algumas salas sequer tinham janelas.

Problemas gerais de organização também foram relatados. Durante a tarde, a União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes) alertou para casos de estudantes, em Santa Catarina, Paraná e São Paulo, que não puderam fazer as provas porque os locais de prova já estavam lotados. Nesses casos, os candidatos foram informados de que farão a prova nos dias 23 e 24 de fevereiro, mesma data prevista para aplicação do exame no Amazonas, onde a realização foi adiada em função do colapso sanitário da última semana.

Nenhum comentário