Bolsonaro diz que Rodrigo Maia e PT são “coisas muito parecidas”

 


Foto: reprodução/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionou a aliança entre o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o PT na eleição da Mesa, agendada para 2 de fevereiro de 2021. Em conversa com apoiadores na manhã desta sexta-feira (8/1), ele disse que Maia e o PT “são duas coisas muito parecidas”.

O mandatário lembrou que, em 2016, Maia votou a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e fez críticas ao PT e, agora, compôs um bloco para eleger seu sucessor.

“O Rodrigo Maia, quando votou pela cassação da Dilma, deu um voto criticando o PT, que perseguiu o pai dele que era prefeito no Rio. E deu um voto firme, objetivo e apontando que o PT era a maior desgraça do mundo. Hoje, tá junto do PT nas eleições para presidente da Câmara. Então é… Pelo poder, água e óleo se misturam. Se bem que acho que ali não é água e óleo não, são duas coisas muito parecidas”, disse.

O bloco de Maia é formado por siglas de centro-direita e por partidos de oposição. Além do DEM, MDB, PSB, PSDB, PSL, PDT, Cidadania, PV, PT, PCdoB e Rede — no total de 281 deputados, teoricamente.

O candidato escolhido pelo grupo é o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi (SP). O principal adversário é o líder do bloco partidário conhecido como Centrão, deputado Arthur Lira (PP-AL), que conta com o apoio do Palácio do Planalto.

Antes de alfinetar Maia, Bolsonaro dizia aos simpatizantes que vai entregar, em 2022, um Brasil melhor do que recebeu em 2019. “Eu tenho certeza que entregarei o Brasil melhor do que recebi em 2022. Mas espero que apareça liderança aí.”

“Se você botar na mesa o nome dos candidatos, você pode até botar meu nome, se quiser. Você não vai fugir de… No momento, de um nome apenas. Se esse cara sair de combate, você não tem uma nova liderança aparecendo. E, por incrível que pareça, as pessoas que poderiam estar nos ajudando batem exatamente nesse nome que é a última, a única opção. Porque todos os outros são iguais, você não acha diferença entre eles”, afirmou, fazendo referência a si mesmo.

Metrópoles.

Nenhum comentário