Exame de DNA confirma que corpo encontrado em Tibau do Sul é de Andreza Alves

 


O Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) confirmou, nesta quarta-feira 16, à família de Andreza Alves que o corpo encontrado no município de Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar, pertence a jovem de 16 anos, que estava desaparecida desde o último dia 21. 

A informação foi divulgada após o resultado do exame de DNA atestar que o sangue do corpo encontrado é compatível com os dos pais de Andreza, que tiveram o material genético coletados na última semana. Segundo a irmã da vítima, Carla Marinho, o enterro deve acontecer nesta quinta-feira 17. 

“Vamos chegar em Natal às 9h desta quinta. Não temos condições de arcar com algumas despesas, e, por isso, contamos com a Prefeitura de Tibau do Sul para doar o caixão e fazer o translado”, comenta. 

Andreza deixa uma filha de 1 ano e 7 meses, o marido e vários amigos e familiares. “A nossa alegria não vai ser a mesma. Esse vazio nunca vai ser preenchido, mas, pelo menos, sabemos que é ela”, desabafa, revelando que a criança ficará sobre a guarda da avó materna, além dos cuidados dos demais integrantes da família. 

Segundo Carla, Andreza havia começado a trabalhar em uma lavanderia em Pipa há pouco mais de um mês. No sábado passado, ela saiu do estabelecimento às 17h, pegou um micro-ônibus e foi até Cabeceira, distrito onde mora. Lá, passou na casa de uma colega para buscar um documento.

 Em seguida, por volta das 18h, saiu caminhando em direção à própria casa, mas desapareceu no percurso de cerca de 15 minutos.   

O Boletim de Ocorrência foi registrado na delegacia do município logo no domingo 22.

AGORA RN

Nenhum comentário