Prefeito Joaz sofre ameaças e perseguições após a demolição dos muros particulares que obstruía a passagem da população para a lagoa de Extremoz

Na história da humanidade todos que se levantaram contra os "poderosos" sofreram perseguições e no caso de Extremoz, não poderia ser diferente. Após a derrubada dos murros das "casas" localizadas à margem da lagoa, o Prefeito Joaz Oliveira tem sido alvo constante de críticas e de ameaças.

Essa briga começou em maio de 2017 quando o prefeito Jaoz Oliveira derrubou o primeiro muro abrindo a lagoa para à população. De imediato, os proprietários entraram na justiça para evitar outras demolições. Agora em 2020, a prefeitura conseguiu o direito de derrubar os murros, baseado numa lei federal de proteção ambiental.

O caso é tão sério que no dia em que as equipes da Prefeitura juntamente com a Guarda Civil Municipal, Polícia Militar e Polícia Ambiental estavam executando a demolição dos muros, um servidor público do município publicou a derrubada dando publicidade a ação. De imediato uma proprietária escreveu: ”seu candidato não vale nada. Ah uma 12″, se referindo a uma arma de calibre 12 que dificilmente a pessoa atingida sobrevive. (Matéria publicada no Portal Notícias do Pássaro).

Muro reconstruído por um proprietário e derrubado novamente pela prefeitura


Nenhum comentário