Em Natal, shoppings e lojas iniciam ‘Semana Brasil’ com descontos de até 70%



Nesta quinta-feira (3), começa a segunda edição da “Semana Brasil”, evento criado pela Secretaria de Comunicação (Secom) e o Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), para aquecer o comércio no País e, em especial, o e-commerce. A ação, também conhecida como Black Friday Brasileira, reúne lojas de diferentes setores, como alimentação, eletrônicos e eletrodomésticos, que se propõem a oferecer descontos aos consumidores e vai do dia 3 ao dia 13 de setembro. Em Natal, vários shoppings e grandes magazines aderiram à campanha e lançam promoções de até 70%.
Dentro da campanha, o Natal Shopping inicia sua ‘Sale Week’, primeira ação promocional desde a sua reabertura há cerca de um mês, com descontos de até 70%. Além da compra presencial, o cliente também pode realizar suas compras online: via WhatsApp e loja virtual, e agendar sua entrega pelo drive-thru ou pelo Retire Aqui – armários inteligentes montados no estacionamento. Para isso, basta usar o QR Code disponibilizado pela loja para a abertura do armário e retirada do produto, sem qualquer contato físico.
Alguns descontos estarão disponíveis exclusivamente por meio do aplicativo do Natal Shopping: o cliente deve acessar o Clube Desconteria, escolher os cupons de descontos que deseja e agendar o dia de recebimento do produto. Nesse caso, a retirada será apenas por meio dos armários inteligentes.
Para Felipe Furtado, superintendente do Natal Shopping, a campanha promocional Sale Week é uma oportunidade para estimular as vendas dos lojistas, desta vez, de uma maneira mais digital. “Estamos contando com a força do grupo Ancar Ivanhoe com as soluções de multicanalidade desenvolvidas durante a pandemia para levar a experiência do shopping além de seus limites, potencializando as vendas dos lojistas e oferecendo descontos ainda mais agressivos para nossos clientes. Todo mundo sai ganhando”, reforçou.
O Shopping Cidade Jardim também confirmou que, no mesmo período, fará promoções com desconto de até 50%. Ronaldo Fernandes, consultor de negócios do Shopping Cidade Jardim, afirmou que a expectativa é muito positiva para o evento. “Estamos otimistas com a retomada do comércio, pois desde que reabrimos, temos visto um fluxo gradual e respeitoso no mall. A Semana do Brasil vem como um alívio para o consumidor, que também foi afetado pela pandemia em seus próprios negócios, e uma excelente oportunidade para os lojistas aumentarem o percentual de vendas frente aos últimos meses”, disse ele.
No Partage Norte Shopping, roupas, perfumes, calçados, acessórios e até um menu especial dos restaurantes terão descontos de até 60%. Prontos para receber os clientes, com todas as recomendações de segurança e saúde, os lojistas esperam um aumento expressivo nas vendas e as expectativas têm embasamento. Em 2019, de acordo com a Cielo, as vendas do varejo cresceram mais de 11%, durante os dias da Semana Brasil, em comparação com o mesmo intervalo de 2018, quando a ação promocional ainda não existia.
“Temos nos preocupado em manter os protocolos de segurança, para que seja possível receber bem, todos os nossos clientes, durante a campanha. Nossos lojistas se prepararam para a Semana Brasil e estão ofertando descontos realmente atrativos. Estamos com altas expectativas para a liquidação”, destaca Charles Santiago, Superintendente do Partage Norte Shopping Natal.
O Praia Shopping, que também participa da ação, oferecerá um leque de opções bem variado de produtos e serviços em suas lojas participantes, com promoções e estacionamento grátis para compras acima de R$100,00.
“É uma oportunidade única para quem está se recuperando da crise, tanto para o público consumidor conseguir comprar o que precisa, quanto para os comerciantes poderem aumentar as vendas nesse momento. Estamos muito otimistas quanto a isso”, explica Danielle Leal, gerente geral do Praia. Para evitar aglomerações, o shopping vai oferecer o serviço de Delivery, Drive Thru e retirada presencial na loja.
Cuidado e confiança
A edição de 2020 adotou o slogan “Vamos em frente, com cuidado e confiança”, e foi pensada para ser o primeiro grande evento do varejo no país após a reabertura gradual do comércio. “Faremos tudo isso com respeito às normas de segurança sanitária, com empresários e consumidores cientes da importância da manutenção e do fomento das relações comerciais, bem como do cuidado com a saúde do próximo”, afirma Fábio Wajngarten, secretário-executivo do Ministério das Comunicações.
Marcos Gouvêa de Souza, conselheiro do IDV, destacou as particularidades do evento deste ano, que enfrenta desafios adicionais com a crise econômica e o alto desemprego causado pela pandemia de coronavírus.
“Estamos mobilizando todo o varejo para buscar as melhores formas de viabilizar as ações promocionais. Esta é uma ação totalmente suprapartidária, que trará benefícios para a economia do país como um todo”, afirma Gouvêa.
A expectativa do governo, segundo a Secom, é de que o evento em 2020 traga resultados ainda melhores para a economia do que a primeira edição. “A Semana em 2020 vai se tornar o ponto de partida de um novo tempo para o comércio, tempo de normalização da relação econômica entre pessoas e empresas”, disse o secretário-executivo Wajngarten.
Para o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, o período de vendas irá movimentar o comércio potiguar e gerar um cenário positivo e animador para o último trimestre de 2020. “Essa é uma oportunidade que os empresários têm que agarrar para reforçar a recuperação dos prejuízos causados pela paralisação dos negócios que, no caso do nosso estado foi de mais de 100 dias.
Estamos em plena retomada da economia potiguar e essa é uma alternativa criada para movimentar a economia, oferecendo facilidades que tendem a estimular os consumidores a irem às compras, fazendo a economia voltar a girar”, afirmou Queiroz.
Os empresários que desejarem aderir a Semana Brasil, podem acessar o site da Fecomércio RN (fecomerciorn.com.br), e ter acesso a diversas peças publicitárias pré-elaboradas, sem nenhum custo, para as plataformas de rádio, TV e internet. Dessa forma, o consumidor irá identificar quais lojas estão participando do período promocional.

Tribuna do Norte

Nenhum comentário