Parlamentares debatem ações dos programas governamentais de apoio à população



Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (5), realizada por Sistema de Deliberação Remota (SDR), os deputados abordaram temas de âmbito cultural e esportivo, bem como programas governamentais para melhoria do transporte público e de apoio às populações carentes.

Iniciando o horário destinado aos deputados, Vivaldo Costa (PSD) parabenizou a governadora Fátima Bezerra (PT) pela implementação do Programa “RN Chega Junto” e reiterou sua solicitação para que o Governo do Estado entregue o Castelo de Engady, situado em Caicó, para a administração por parte da Fundação José Augusto.

“Quero começar dizendo que eu aprendi, no sertão, que ‘o pouco com Deus é muito, e o muito sem Deus é nada’. Pois bem, a governadora juntou o que podia de recursos para criar esse programa e está montando uma rede de proteção aos mais pobres do RN. É um projeto em sintonia com a Sethas e que vai chegar aos mais desfavorecidos. Portanto, quero parabenizar a governadora Fátima pela iniciativa”, ressaltou o parlamentar.

Vivaldo falou também sobre seu requerimento ao governo estadual, no sentido de que entregue o Castelo de Engady à administração da Fundação José Augusto, para que seja desenvolvido um programa em favor das crianças e adolescentes que residem na periferia de Caicó.

“O Castelo de Engady foi construído, há meio século, pelo Monsenhor Antenor Salvino de Araújo, e durante muitos anos foi bastante visitado. Hoje, o prédio pertence ao Governo, mas há quinze anos está com suas portas fechadas, sem desenvolver nenhuma atividade. Então eu gostaria de pedir à governadora que entregue o prédio à Fundação, a fim de que seja realizado um projeto cultural, social e esportivo em favor dos jovens da periferia de Caicó, para que esses adolescentes tenham um local para ocupar suas mentes e evitar a marginalização”, finalizou.

Na sequência, a deputada Eudiane Macedo (Republicanos) voltou a exaltar a assinatura, por parte da governadora Fátima Bezerra, da ordem de serviço referente à segunda etapa das obras do Programa Pró-transporte da Zona Norte.

“Quero celebrar a assinatura, por parte do Governo do Estado, da ordem de serviço para a tão sonhada obra do Pró-Transporte na zona Norte. E eu quero frisar que essas obras, da ordem de R$ 22 milhões, não vão beneficiar apenas a zona Norte, mas todas as regiões de Natal, em relação à mobilidade urbana”, enfatizou Eudiane.

A parlamentar disse ainda que essas obras são fruto de muita negociação entre os governos estadual e federal.

“Por isso eu gostaria de destacar a capacidade de diálogo da professora Fátima para conseguir esses recursos. É claro que essa é só a segunda etapa. Falta ainda a terceira. Quando se trata de desapropriações existem muitas dificuldades, já que algumas pessoas nasceram e cresceram naqueles locais. Mas precisamos lembrar que essa é uma obra que vai melhorar a mobilidade urbana de toda a região metropolitana de Natal e, ainda, facilitar o acesso ao aeroporto de São Gonçalo”, disse.

Por fim, Eudiane reiterou seu convite para que todos assistam à solenidade desta quinta-feira (6), às 9h, relacionada ao lançamento da nova campanha institucional do Legislativo, denominada “Violência doméstica. Precisamos dar um basta nisso”.

Em seguida, Francisco do PT utilizou seu tempo para ressaltar o programa lançado recentemente pelo Governo do Estado. "Será que o Governo não pode fazer isso? Será que não se pode lançar um programa, dentro das condições do Estado, para tentar minimizar o drama vivido por muitos potiguares neste período de pandemia?”, falou Francisco se referindo à fala do deputado José Dias que criticou o programa. 

Dando continuidade ao horário, Coronel Azevedo (PSC) começou seu discurso externando sua intenção de acompanhar o presidente Ezequiel Ferreira (PSDB) durante a visita do Presidente da República, Jair Bolsonaro. 

O deputado também registrou que protocolou uma solicitação ao Comandante da Polícia Militar do RN, após ser procurado pelos cidadãos de Itajá, pedindo reforço no policiamento ostensivo e mais recursos para a área da Segurança do município. 

Ainda a respeito dos seus requerimentos enviados ao Governo do Estado, ele falou do pedido de manutenção na Escola Estadual Mariana Azevedo, em Baraúna. “Essa escola já tem 55 anos de história e atende a 150 famílias da região. Daí a importância dessas recuperações”, finalizou.

Nenhum comentário