Homem é morto a tiros com a própria arma ao tentar separar briga na Grande Natal

Suboficial da reserva é morto a tiros durante discussão em posto de combustíveis em Parnamirim — Foto: Lucas Cortez / Intertv Cabugi

Um suboficial da reserva da Marinha foi assassinado a tiros com a própria arma neste domingo (23), após uma confusão em um posto de combustíveis às margens da RN-313, no bairro de Cajupiranga, em Parnamirim, na Grande Natal. Ele levou 6 tiros e morreu no local, antes da chegada do socorro.

De acordo com a Polícia Militar, o suboficial da reserva da Marinha, Maurício da Silva Gomes, de 63 anos, estava no carro com a esposa vindo de uma chácara de amigos quando parou para abastecer por volta das 16h30.

Segundo a PM, ele percebeu que estava acontecendo uma discussão entre o filho de uma frentista e outro homem, que segundo a Polícia, estava sob efeito de entorpecentes. O Suboficial saiu de dentro do veículo para tentar impedir a briga.

Ainda segundo a PM, no momento da confusão, a arma que estava com o suboficial caiu ao chão. O homem que se encontrava visivelmente drogado, pegou a arma e efetuou seis disparos à queima- roupa contra Maurício, que morreu no local.

O autor dos disparos foi contido e em seguida, agredido por populares até a chegada da Polícia Militar. O criminoso foi levado ao hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim e em seguida a central de flagrantes da Zona Sul de Natal. Maurício da Silva Gomes deixa esposa e dois filhos.

G1 RN

Nenhum comentário