Depois de Hong Kong , Holanda e Bélgica também registram casos de reinfecção pela Covid-19


Cientistas da Holanda e da Bélgica confirmaram nesta terça-feira (25) a detecção de um caso cada um, em seus respectivos países, de reinfecção pela covid-19, no dia seguinte após o primeiro caso desse tipo no mundo ter sido revelado, em Hong Kong. As informações são do portal R7.
“Na Holanda, a virologista Marion Koopmans, assessora da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do governo de Haia, confirmou que um paciente holandês, um idoso com sistema imunológico “debilitado”, também contraiu o coronavírus pela segunda vez desde o início da pandemia, em março”, disse a reportagem.
“Todas as infecções por SARS-CoV-2 têm uma impressão digital diferente, um código genético. As pessoas podem carregar restos do vírus por um longo tempo após a infecção e ocasionalmente secretar algum RNA (ácido ribonucléico, o material genético deste tipo de vírus)”, disse Koopmans.
Ainda de acordo com a matéria, a virologista holandesa recusou-se, como precaução, a detalhar os sintomas do paciente reinfectado pois, avisa, “precisamos ver se isso ocorre com mais frequência”, embora reconhecesse que o fato de pacientes infectados aparecerem uma segunda vez “estava de acordo com as expectativas” dos cientistas, apenas que “ainda não havia evidências para isso”.
“As infecções respiratórias podem ocorrer duas ou mais vezes. Sabemos que uma pessoa não está protegida para o resto da vida se for infectada uma vez e é isso que esperamos com a Covid-19”.
Marion Koopmans, assessora da Organização Mundial da Saúde (OMS)
Leia AQUI a reportagem na íntegra.

AGORA RN

Nenhum comentário