Covid-19: 2ª dose do teste da vacina da Pfizer começa a ser aplicada em São Paulo



A aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer contra a covid-19 começou nesta segunda-feira (24). Os 500 voluntários selecionados em São Paulo para os testes clínicos da vacina devem receber a segunda dose em até 4 semanas, segundo informações do CEPIC (Centro Paulista de Investigação Clínica), responsável pela realização dos testes na cidade.

Diferentemente de outras pesquisas clínicas de vacinas contra a covid-19, restritas aos profissionais de saúde, o teste da Pfizer foi aberto ao público e qualquer pessoa poderia se candidatar como voluntário.
Sociais Irmã Dulce (OSID), em Salvador, com mais 500 voluntários. Metade dos participantes recebe a vacina e a outra metade um placebo.

O reumatologista Cristiano Zerbini, diretor do Cepic (Centro Paulista de Investigação Clínica) e coordenador da pesquisa em São Paulo, explica que nem o voluntário nem o profissional que aplica a vacina podem saber se o que está sendo aplicado é o placebo ou não.

A tecnologia utilizada pela Pfizer, que está sendo desenvolvida em parceria com a empresa alemã BioNTech, é a de RNA mensageiro. Nunca utilizadas antes, as vacinas de mRNA carregam as informações para que as células do corpo do paciente produzam proteínas que fazem parte do vírus.

R7

Nenhum comentário