Extremoz tem a menor taxa de contágio da Covid-19 da Grande Natal, diz estudo da UFRN



As ações de enfrentamento que Extremoz tem executado desde o início da pandemia da Covid-19 têm surtido efeito positivo na saúde pública do município.


Na última sexta-feira (24), os pesquisadores que fazem parte do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, responsável pela Plataforma Coronavírus RN e do sistema Regula RN, divulgaram o relatório com os índices da taxa de transmissibilidade da Covid-19 nos 167 municípios potiguares.

Com a taxa de 0,67, Extremoz ficou em oitavo lugar entre os municípios com as menores taxas de contágio e o primeiro da Grande Natal.

A taxa mede a capacidade de contágio que o vírus tem entre as pessoas. Ou seja, nas circunstâncias atuais, cada grupo de 100 pessoas infectadas com o vírus, por exemplo, contamina outras 67 saudáveis.

Veja o relatório no link https://covid.lais.ufrn.br/publicacoes/Analise_da_Taxa_de_Transmissibilidade_no_RN.pdf



15 cidades com taxas de RT mais baixas

Maxaranguape 0,37
São Tomé 0,38
Senador Elói de Souza 0,52
Santo Antônio 0,53
Lagoa d'Anta 0,61
Jandaíra 0,62
Arês 0,67
Extremoz 0,67
Espírito Santo 0,67
Parazinho 0,67
Galinhos 0,69
Jardim de Piranhas 0,70
Itajá 0,71
Campo Redondo 0,72

Governador Dix-Sept Rosado 0,72

15 cidades com taxas de RT mais altas

Olho-d'Água do Borges - 6,68
Rafael Godeiro - 6,65
Taboleiro Grande - 6,29
Itaú - 5,84
Monte das Gameleiras - 5,25
José da Penha - 5,22
7 Pedro Avelino - 5,11
Lucrécia - 5,00
Coronel João Pessoa - 5,00
Jardim de Angicos - 5,00
Paraná - 5,00
Pedra Preta - 4,99
Venha-Ver - 4,99
Antônio Martins - 4,96

Ouro Branco - 4,87

Nenhum comentário