Corpo encontrado nas dunas e motorista de aplicativo desaparecido em Natal


O Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep / RN) confirmou, nesta terça-feira (28), que o corpo encontrado em uma área de dunas, na comunidade da África na Redinha, na noite de segunda-feira (27), é do motorista Arlley Diego, de 24 anos. Ele estava desaparecido desde o dia 18 de julho. O nome da vítima já consta na listagem de óbitos divulgados pelo Itep / RN. 
A identificação foi realizada por meio das impressões digitais colhidas. O corpo encontrado estava em uma cova com profundidade de mais de um metro em um local de difícil acesso. Na manhã desta terça-feira (28), Adriana, a mãe do jovem, fez o reconhecimento das roupas encontradas junto ao corpo. Um tênis preto, calça preta moletom e camisa cinza clara. 
Arlley trabalha como motorista de aplicativo e foi visto pela última vez no dia 18 de julho, quando saiu de casa, no bairro Guarapes, na zona oeste de Natal. O carro que o jovem usava, um HB20 alugado, foi encontrado incendiado, poucos dias depois, na praia da Redinha.
O corpo foi liberado pelo Itep / RN para sepultamento, que deve ocorrer no Cemitério Morada da Paz, na zona norte da capital.
O caso deve ser investigado pela equipe da Polícia Civil para localizar os autores do crime. 

PORTAL DA TROPICAL

Nenhum comentário