Sandro Pimentel ressalta dificuldades do Aquário Natal durante a pandemia

Crédito da Foto: Assessoria de Comunicação

O deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL) comentou na sessão remota da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte nesta terça-feira (23), sobre as dificuldades que vem passando a classe empresarial durante a pandemia. Ele falou especificamente do Aquário de Natal, considerado um dos maiores zoológicos plurais da região Nordeste, que ele visitou pouco antes da sessão e que está fechado, sem a visita de turistas.

“Está difícil segurar esse período”, disse Pimentel, afirmando que o zoológico que existe há 21 anos em Extremoz, conta com 300 animais, veterinários, biólogos e tratadores, e tem uma folha superior a R$ 60 mil por mês, além de contas como energia e alimentação. Sandro fez um apelo ao Governo para o problema do Aquário, e disse que pelo menos um tucano, um pinguim e um tubarão já morreram, ressaltando que o zoológico tem um tratamento especial com os animais, recebendo e recuperando, inclusive, animais sequelados.

O deputado Sandro Pimentel também falou sobre o período junino, ressaltando a proibição, por decreto do Estado, de acendimento de fogueiras e uso de fogos de artifício, para evitar a fumaça para não dificultar o tratamento de doenças pulmonares, e relembrou uma lei de sua autoria que tramita na Assembleia. O projeto de lei de autoria de Pimentel proíbe que se solte fogos que tanto assustam animais, idosos e pessoas doentes.

Nenhum comentário