Governo do Estado e Instituto Neoenergia entregam nova iluminação do Memorial Câmara Cascudo nesta quinta-feira (13)



O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Fundação José Augusto e o Instituto Neoenergia, braço de atuação social do grupo controlador da Cosern, entregam na próxima quinta-feira (13), a partir das 19h, a nova iluminação cultural do Memorial Câmara Cascudo, no Centro Histórico de Natal.
 

O evento contará com a presença de representantes da Fundación Iberdrola España, da Neoenergia, da Cosern, de familiares do folclorista Luis da Câmara Cascudo (1898-1986), de artistas, intelectuais e autoridades do Governo do Estado. 

Durante a entrega da nova iluminação, o público também poderá apreciar, já a partir das 18h, de apresentações do projeto Conexão Felipe Camarão, do espetáculo “Quintal de Luis”, do grupo Estação de Teatro, contando a vida do folclorista, e da inauguração do Largo Gumercindo Saraiva, espaço localizado no quintal do edifício onde serão realizados saraus e pequenas apresentações teatrais sob responsabilidade da FJA. As apresentações serão abertas ao público. 

A nova iluminação do Memorial Câmara Cascudo faz parte de um programa de valorização do patrimônio histórico, artístico e cultural de monumentos localizados nos estados de atuação da Neoenergia. Já foram iluminados em outros estados brasileiros, dentro da mesma ação, o Forte das Cinco Pontas, em Recife, a Fortaleza da Barra Grande, no Guarujá, em São Paulo, e a Cruz de Cabrália, em Santa Cruz de Cabrália, Bahia. 
 

A nova iluminação do Memorial é composta por 53 refletores que utilizam lâmpadas de LED para iluminar a estátua de Câmara Cascudo e a fachada do prédio histórico. O sistema é todo automatizado e, por meio de sensores, as lâmpadas são acesas e apagadas de acordo com a iluminação natural na região. 

A estimativa é que esse novo sistema de iluminação utilizando lâmpadas LED e sensores automáticos, comparado com os tradicionais (que utilizam as chamadas lâmpadas de descarga e são acionados manualmente) gere uma economia de 65% no consumo de energia do edifício. 

Para Crispiniano Neto, Diretor-geral da Fundação José Augusto, a nova iluminação desenvolvida para o Memorial Câmara Cascudo é um exemplo importante de como o poder público, iniciativa privada e terceiro setor podem dar as mãos para valorizar o patrimônio histórico e cultural do Rio Grande do Norte. “Compreendemos que essas luzes realçarão não somente a fachada do prédio, mas ajudarão a despertar a atenção da sociedade potiguar para as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado por meio da Fundação José Augusto dentro desse equipamento”, disse Crispiniano.

De acordo com Renata Chagas, Diretora do Instituto Neoenergia, a escolha do Memorial Câmara Cascudo foi feita em conjunto com a Fundação José Augusto e se deu pela importância nacional do folclorista potiguar, a relevância arquitetônica do prédio e o sítio histórico onde ele está localizado (na Praça André de Albuquerque, marco zero da fundação de Natal). “Será uma contribuição significativa que daremos à cultura potiguar e que poderá representar um novo momento para a valorização do centro histórico de Natal”, avalia Renata.

 
Sobre o edifício

Construído em 1857 para abrigar a Thesouraria da Fazenda Real durante o Império, o prédio de estilo neoclássico já sediou a Delegacia Fiscal (1952-1955), e o Quartel General do Exército (1955-1977). Abrigou durante anos a biblioteca particular do de Luís da Câmara Cascudo. O acervo atualmente se encontra no Instituto Ludovicus, pertencente à família do maior folclorista brasileiro.

 

 

Fotos: Canindé Soares/Cosern/Divulgação

Nenhum comentário