Sessão Solene homenageia o 302º aniversário do bairro das Quintas




 
Nesta segunda-feira (09), a Câmara Municipal de Natal prestou homenagem aos 302 anos do bairro das Quintas, considerado um dos mais antigos da capital potiguar. O evento aconteceu por proposição do presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PSDB), e contou com as presenças de personalidades ligadas à história do bairro, da comunidade local e autoridades do município.

"A história do bairro mais central da cidade se confunde com histórias de grandes nomes natalenses, como o quadrilheiro e folclorista Marcílio Canário, por exemplo, que dá nome a uma comenda oferecida pelo nosso mandato nesta Casa Legislativa. Berço de grandes artistas, líderes políticos, empresários, comerciantes e esportistas, o bairro sempre se fez presente, através de seus moradores, dando sua relevante contribuição para o desenvolvimento da nossa cidade", destacou o presidente Paulinho Freire.

"Quero aproveitar o momento para parabenizar o trabalho atuante dos membros desta comunidade em prol do crescimento do bairro. E reforço a minha disposição em contribuir para atuar aqui neste parlamento como porta-voz da região e ajudar no que for preciso", completou.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), disse que a região conta com olhar atento da Prefeitura. "Estamos diuturnamente buscando melhorias para as Quintas, investindo em saúde, educação, segurança e infraestrutura urbana. Trata-se de uma localidade histórica, ambiente cultural, ponto de convergência entre as zonas administrativas do município. Parabéns!", comemorou.

Entre as personalidades homenageadas, estava a procuradora do Tribunal Regional Eleitoral, Lígia Regina Limeira, que falou sobre sua relação com o bairro. "Um apreço que começou há dois anos, quando a comunidade completou 300 anos. Os moradores me procuraram por causa do Setembro Cidadão, campanha que desenvolvo junto com o juiz Jarbas Bezerra, e perguntaram como eu poderia ajudá-los. Desde então abracei a causa, mergulhei nos assuntos da comunidade e me apaixonei pelas pessoas, principalmente pela devoção que elas têm com a própria história e cultura".

Ao fazer uso da palavra, Naelson Borja de Miranda, que representou as lideranças comunitárias do bairro, agradeceu em nome dos homenageados a deferência do Legislativo natalense. "Todos que moram, nasceram ou construíram suas trajetórias nas Quintas estão felizes e gratos pelo carinho deste parlamento com uma história de 302 anos. Muito obrigado!", concluiu.

História

O bairro das Quintas surgiu no caminho que ia para Macaíba e o Seridó, num prolongamento do bairro do Alecrim. Ali existiam sítios e granjas que foram adquiridos pelos portugueses e depois a região ficou conhecida como Quinta Velha. Durante a administração de Sylvio Pedroza, o local recebeu um dos primeiros calçamentos, que compreendia a Rua Nova, a Rua Mário Negócio, até a Rua dos Pêgas, integrando-as com a Avenida 12, até o Alecrim. 

Na época, existia uma linha de ônibus que retornava em frente ao mercado e um galpão também foi construído para venda de produtos trazidos de Extremoz como bolos e grude e uma feira livre acontecia do sábado para o domingo. Por mais de 20 anos, as Quintas constituíram o limite da cidade ao Norte, onde havia a “corrente”, local de parada obrigatória de veículos para inspeção dos guardas da fiscalização estadual. A região era popularmente conhecida como "Quintas Profundas".

Nenhum comentário