Nota Potiguar chega ao terceiro sorteio com seis novos premiados; veja lista


 Fotos: Divulgação
A Nota Potiguar divulgou nesta sexta-feira (20) os nomes dos contemplados no terceiro sorteio mensal da campanha, ocorrido ontem. Seis potiguares foram os sortudos quem vão receber R$ 118 mil em dinheiro. Foram três ganhadores da capital e outros três do interior do Rio Grande do Norte, que moram nas cidades Mossoró, Portalegre e Nova Cruz. Esses cidadãos participam da campanha ao baixar o aplicativo Nota Potiguar e exigir a inclusão do CPF na nota no momento das compras.
O primeiro prêmio no valor de R$ 50 mil foi para Edinalva Castro da Costa, que mora em Mossoró. Já Maria Aurimar Fernandes Nobre, de Portalegre, vai receber R$ 30 mil, enquanto Romildo de Carvalho Silva, de Natal, ficará com R$ 20 mil. Maria de Fátima de Araújo, também de Natal, vai ganhar R$ 10 mil. O quinto e sexto prêmios ficaram com Lucas Silva de Medeiros e Dionísio Inácio da Rocha Júnior respectivamente, que ganharão, cada um, R$ 4 mil. A relação completa dos sorteados e as instituições filantrópicas contempladas pode ser conferida no site https://np.set.rn.gov.br/portal/#/sorteios/ganhadores/ganhadores_3_sorteio
Com esse sorteio, o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Tributação, soma um repasse total de R$ 831 mil, distribuídos entre instituições e os cidadãos que exercem sua cidadania fiscal, ajudam a combater a sonegação fiscal e asseguram o funcionamento de serviços públicos essenciais. A última entrega dos prêmios ocorreu no dia 13 deste mês.
Os recursos favorecem também as instituições filantrópicas que desenvolvem ações para a sociedade nas áreas de saúde, educação, assistência social e esportiva. As instituições cadastradas e escolhida pelos ganhadores também são contempladas com 50% do valor da premiação. Todas vão partilhar – desde que atinja ao menos 0,5% do total de pontos – um prêmio de R$ 30 mil igualitariamente. Os R$ 70 mil serão distribuídos proporcionalmente entre as instituições que atingiram o maior número de ponto.
Ao todo, são distribuídos todos os meses R$ 118 mil para os consumidores e R$ 159 mil para as instituições filantrópicas cadastradas com sorteios baseados nos números da Loteria Federal. A campanha já conta com mais de 158,8 mil usuários, que instalaram o aplicativo da campanha, 123 instituições cadastradas e 44,7 mil estabelecimentos. Nesse período, já foram processados através do programa quase 8 milhões de documentos fiscais emitidos.
Para concorrer aos sorteios
Para participar dos sorteios, é bem fácil. Basta baixar o aplicativo Nota Potiguar, disponível para os sistemas operacionais Android e iOS, e solicitar a inclusão no CPF na nota no momento das compras. Cada R$ 50 acumulados valem um ponto. Mas uma nota fiscal dá direito a, no máximo, cinco pontos. E durante todo o mês o acúmulo máximo é de 50 pontos.
Com esse montante, o participante pode trocar por desconto de até 10% no valor do IPVA (20 pontos a cada mês) e participar de sorteios de prêmios em dinheiro. Além disso, tem a possibilidade de trocar três pontos por um abadá no bloco exclusivo da Nota Potiguar, puxado por Capilé, no Carnaxelita, que será realizado no dia 5 de outubro. Cada participante tem direito a destinar os pontos a até dois abadás.
Preço dos combustíveis
Em períodos de aumento no preço dos combustíveis, a Nota Potiguar também presta mais um serviço ao consumidor. O aplicativo disponibiliza o Menor Preço, uma espécie de radar que aponta onde o combustível está mais em conta. O app faz uma busca por cidade e localidade e identifica o estabelecimento com o menor valor do litro de gasolina, diesel e álcool. Toda a informação sobre os valores dos produtos é obtida por meio da nota fiscal solicitada pelos usuários do no momento das compras, e por isso o serviço não consiste em promoção ou propaganda, depende da colaboração dos consumidores. Até o fim do mês, os medicamentos também entram na lista de produtos cujos preços são pesquisados.
A Nota Potiguar é uma campanha que integra as ações do Programa de Cidadania e Educação Fiscal do Rio Grande do Norte. A expectativa é que, com o programa, o Governo arrecade em torno de R$ 84 milhões por ano através dessa conscientização do cidadão em pedir a nota fiscal e a inserção do CPF. Os detalhes da campanha, o regulamento e as funcionalidades do aplicativo podem ser conferidos no site oficial do programa www.np.set.rn.gov.br.

Nenhum comentário