Folha: Filme com nudez de Xuxa pode voltar a ser exibido no cinema e TVs


A apresentadora Xuxa Meneghel conseguiu proibir na Justiça a comercialização do filme "Amor Estranho Amor", da qual foi protagonista em 1982. Nele, sua personagem seduzia um menino de 12 anos. Agora, quase 30 anos após o início da batalha judicial, o longa tem chances de voltar a ser exibido em cinemas e na TV. A informação é da Folha de São Paulo.
A medida chama a atenção para a obra do diretor Walter Hugo Khouri, que deixou um importante legado para o cinema brasileiro. O filme foi suspenso por uma decisão tomada pelo então juiz de primeiro grau, Luiz Fux, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
O caso voltou ao noticiário recentemente após a própria Xuxa aconselhar seu público a assistir o longa. "Ele é muito bom", disse. No filme a apresentadora, ainda uma jovem atriz iniciante, aparece nua com um menino de 12 anos. O trabalho foi realizado anos antes dela começar a apresentar programas infantis.
Segundo a Folha, o produtor Aníbal Massaíni Neto manifestou a intenção de fazer "Amor Estranho Amor" voltar a circular. Segundo ele, a proibição refere-se apenas ao mercado de home-vídeo. "Em relação aos outros meios de exibição, chegou-se a um acordo pelo qual Xuxa pagaria ao produtor um valor anual para que a produção não fosse mais exibida". O contrato teria expirado no ano passado, o que permite a possibilidade de levar o filme novamente aos cinemas, TV e serviços de streaming. 

Fonte: Portal Grande Ponto

Nenhum comentário