STJD recebe denúncia do ABC e pede esclarecimentos de CBF e Treze sobre caso Celso Teixeira



O segundo capítulo da novela envolvendo o técnico Celso Teixeira, o ABC, o Treze e a Série C do Campeonato Brasileiro já está no ar. É que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) já recebeu a denúncia do Alvinegro potiguar e deu prazo de dois dias para que o Departamento de Competições da CBF e o Galo da Borborema se manifestem sobre a situação do treinador ao assumir o time paraibano na Terceirona. O ABC alega que Celso cometeu irregularidade ao comandar o Treze à beira do campo na partida diante do Confiança, pela 17ª rodada da competição nacional, e, por isso, pleiteia que o clube paraibano seja punido com perda de pontos e o consequente rebaixamento.

A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do STJD, que indicou que o procedimento agora é aguardar a CBF se manifestar sobre a real situação de Celso Teixeira, que estava suspenso e não poderia comandar o Treze do banco de reservas, contra o Confiança. Da mesma forma, o clube de Campina Grande também vai precisar esclarecer o motivo de ter colocado o treinador na área técnica durante aquela partida, que terminou com vitória do Galo, por 2 a 0.

Após o encerramento da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, que aconteceu no último sábado para o Grupo A, o ABC logo notificou o STJD por suposta irregularidade do técnico Celso Teixeira. A denúncia do clube de Natal se baseia no fato de o treinador ter sido suspenso por três partidas e, assim, não ter podido comandar a equipe paraibana nos três jogos finais da Terceirona.


Informações do G1 RN

Nenhum comentário