Hospital Psiquiátrico lança Setembro Amarelo com atendimentos gratuitos, palestras e ações sociais


Consultas gratuitas com psicólogos e psiquiatras, palestras variadas, venda de camisetas, caminhada, Roda de Mantras, stand na Multifeira Brasil Mostra Brasil  e participação de diversas entidades marcam a programação do Setembro Amarelo do HPPSL

Inovando o Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes apresenta a sociedade um mês inteiro de atividades e de ações sociais na Campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio. A programação tem inicio nesse domingo(01), na área de recreação da instituição, a partir das 14h30, com uma Roda de Mantras e Música, voltada para pacientes, familiares e sociedade em geral.

Na segunda-feira(02) começam os atendimentos gratuitos com psiquiatras e psicólogos,  para a população, que devem ser agendados através dos contatos (84) 9.8119-7668 | 3026.4850. Os atendimentos serão agendados conforme a disponibilidade de vagas do dia.

Esse ano o Setembro Amarelo do HPPSL será promovido em parceria com outras instituições como o Centro de Valorização da Vida(CVV), a Associação Norte Riograndense de Psiquiatria, que promoverão palestras abertas a comunidade no auditório do hospital e com o grupo Ponte da Vida que promoverá uma ação conjunta.

Venda de Camisetas
Hospital já está com Camisas a venda do Setembro Amarelo no seu Serviço Social e estará presente com Stand na Multifeira Brasil Mostra Brasil, fazendo a conscientização da importância a prevenção do suicídio através da distribuição de panfletos.

Caminhada

Ainda no mês de setembro está prevista a realização de uma Caminha abordando a importância da prevenção do suicídio com uma ampla participação da Sociedade.
   

Setembro Amarelo
O movimento do Setembro Amarelo é mundial, sendo realizado também no Brasil – que é o oitavo país do mundo em número de suicídios – desde 2014. São registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 01 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, no mundo, a cada 40 segundos uma pessoa se suicida, sendo a grande maioria homens entre 25 e 34 anos, além disso, o suicídio é considerado a 15ª causa que mais mata a nível mundial. A OMS afirma também que 90% dos casos poderiam ser prevenidos.

Nenhum comentário