FPM cai 25% e põe em risco folhas e repasses às câmaras


A queda de 25,41% no valor do segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é prenúncio de que as prefeituras devem comprometer suas obrigações nanceiras no decorrer do segundo semestre. Por conta disso, o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do norte (Femurn), José Leonardo Cassimiro, informa que estão sendo comprometidos os repasses, inclusive, dos duodécimos das Câmara Municipais, que tem ser efetuado até o dia 20 de cada mês.
José Leonardo diz que algumas prefeituras zeram os repasses dos duodécimos na data prevista, “mas outras repassara uma parte do valor e a outra parte aguarda-se a entrada de recursos financeiros para repassar o restante”


Nenhum comentário