Detran inicia capacitação de 90 militares do Corpo de Bombeiros no curso de Condutor de Veículo de Emergência (CVE)


Fotos: Divulgação
Noventa militares do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte estão sendo formados pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) no curso de Condutor de Veículo de Emergência (CVE). A capacitação foi iniciada nessa segunda-feira (22) pela Escola Pública de Trânsito do Detran (Eptran) e conta com uma carga horária de 50h/aula.
A formação tem o objetivo de tornar o agente público apto a conduzir veículo de atendimento em situações emergências, onde existe a necessidade de deslocamento em velocidade dentro do trânsito urbano e rodoviário. O curso aponta os procedimentos de condução que tornam o tráfego do veículo de emergência seguro, atendendo as normas e processos de direção defensiva e demais itens relacionados com o tema.
O Curso é uma exigência legal prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mais precisamente no artigo 145, e é regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por meio da resolução 168/2004, que determina a necessidade da capacitação para aqueles agentes que conduzem veículos do tipo policial, bombeiros, ambulâncias e outros.
Os instrutores da Eptran estão ministrando informações contidas em quatro módulos distintos que compõem a estrutura curricular do curso. Nessa situação, os bombeiros militares passarão por instruções modulares em “Legislação de Trânsito”; “Direção Defensiva”; “Noções de Primeiros Socorros, Respeito ao Meio Ambiente e Convívio Social”; além de “Relacionamento Interpessoal”.
Uma das primeiras disciplinas iniciadas na capacitação foi a voltada a Direção Defensiva, onde o instrutor do Detran, Luiz Felipe, abordou informações importantes como acidentes evitáveis e não evitáveis, procedimentos de ultrapassagem, maneiras de evitar acidentes e outras.
O Detran segue com as instruções do curso de Condutor de Veículo de Emergência (CVE) até o próximo dia 02 de agosto. As aulas acontecem no Quartel Militar do Corpo de Bombeiros do RN.

Nenhum comentário