Allyson Bezerra comenta cronograma para a nomeação de novos Policiais Militares

Crédito da Foto: João Gilberto

 

O deputado estadual Allyson Bezerra (SDD) comentou na sessão ordinária desta terça-feira (09), na Assembleia Legislativa, o cronograma de fases do processo seletivo do concurso da Polícia Militar, divulgado na sexta-feira (05) pela a Comissão Especial do concurso de praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. O cronograma aponta que a partir de 9 de setembro até 21 de outubro ocorre o teste de aptidão física.

“Faz mais de um ano que os aprovados realizaram essa prova e até semana passada não tínhamos nenhuma posição para os aprovados fazerem parte da corporação. No cronograma divulgado semana passada, nós só poderemos ter a devida convocação dos aprovados para estarem nas ruas apenas em 2021”, disse o deputado Allyson.

O parlamentar solicitou ao deputado estadual Kelps Lima (SDD) que é presidente da comissão de Administração na Casa Legislativa a convocação do presidente da comissão do concurso público da Polícia Militar, José Ediran Magalhães Teixeira, para que ele explique na comissão de administração o cronograma divulgado.

Em aparte o deputado estadual Kelps Lima, acatou o pedido do deputado Allyson. “O requerimento será acatado. Hoje mesmo vamos buscar o contato, para que amanhã ou no mais tardar no início da próxima semana seja feita uma reunião extraordinária da Comissão de Administração”, relatou o parlamentar.

A deputada Cristiane Dantas (SDD) também se pronunciou sobre o assunto, em aparte parabenizou Allyson pelo pronunciamento e expressou sua preocupação com o tempo de convocação dos aprovados do concurso da Polícia Militar, “Nós precisamos de mais policiais nas ruas e os aprovados de 2018 estão prontos para servir a sociedade”, destacou a parlamentar.

Cristiane também falou da sua preocupação com a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, segundo a deputada a DEAM, localizada no bairro da Ribeira, em Natal, está sem estrutura de atendimento e o governo do Estado pretende transferir para o bairro de Candelária. “Essa delegacia atende pelo menos 12 mulheres por dia, vítimas de violência, isso faz com que elas necessitem fazer o exame de corpo de delito no ITEP, que fica no mesmo bairro. Assim o acesso é facilitado. Transferir essa delegacia inviabiliza o funcionamento da DEAM que estará longe da estrutura do ITEP”, destacou a parlamentar.

Em aparte o deputado estadual Hermano Morais (MDB), disse que a estrutura de segurança pública está fazendo milagre, com o número de profissionais que tem à disposição. “É urgente a convocação dos aprovados no recente concurso da Polícia Militar”, disse Hermano Morais.

Nenhum comentário