Literarte em Natal, quarta dia 12.06 terá o espetáculo Ventre de Ostra apresentado gratuitamente


Dia 12 de junho, no IFRN da Cidade Alta, a Cidade do Natal irá realizar um grande evento literário e artístico, envolvendo atividades como: contações de histórias, feira de livros, lançamento de obras de autores nacionais, a aprestação gratuita do premiado espetáculo Ventre de Ostra patrocinado pelo FIC-2018-Prefeitura de Natal, roda literária com mulheres escritoras, etc.

O evento que marca o lançamento da coletânea com mais de 200 escritores do nordeste Brasileiro, nos quais mais de 90 são Potiguares.

A celebração do Nordeste será coroada com a noite com a homenagem aos 22 anos do aniversário da Sociedade dos Poetas Vivos e afins do RN - SPVA e entrega de honrarias a personalidades que apoiam e investem na produção litero-cultural e educativa.

O Vice Governador Antenor Roberto e a servidora da SEEC /RN como Erileide Rocha, receberão menção honrosa de mérito Litero-cultural por seus esforços em prol da cultura Potiguar.

A escritora e professora Salizete Freire da CODESE/SEEC/RN, o escritor e Dramaturgo Junior Dalberto, a professora formadora do IFESP /SEEC/RN, Evanir Pinheiro, conhecida Eva Potiguar, entre outros irão receber a honraria de destaque Literário pelo Núcleo de Arte e Literatura de Lisboa/Portugal.

Eva Potiguar e Junior Dalberto também receberão o Título de Fundadores da Academia Luminescence da França no dia 13 de junho na Aliança Francesa. Nessa ocasião, a nossa Governadora Fátima Bezerra e a Coronel da Polícia Militar Margarida Brandão, irão receber das mãos da Presidente da Literarte, Izabelle Valadares, a Comenda Floriano Peixoto em reconhecimento de seus valiosos serviços â sociedade Potiguar.

Dessa forma, dia 13 de junho, será um marco histórico relevante para âmbito literário e artístico, considerando que 30 potiguares entre escritores, cientistas, artistas nas áreas da música, da dança e das artes plásticas, serão empossados nessa galeria franco-brasileira.

                                                 VENTRE DE OSTRA
Espetáculo teatral patrocinado pela Prefeitura do Natal através do FIC/2018 da Prefeitura de Natal será apresentado gratuitamente na quarta-feira, 12 de junho, a partir das 16h30 no auditório do IFRN da Cidade Alta,
 “Eu vivia dobrando esquinas, e cada esquina uma nova aventura me aguardava...... uma simples caixa de fosforo podia virar pandora, acendia um fósforo e esperava a bruxuleante e dourada chama saísse uma voz cavernosa me convidando pra viajar em alguma nova historia, queimava o dedo com o fogo e nada de ser salva por um príncipe ou enfeitiçada por uma bruxa malévola” – Junior Dalberto.
“Salto esculpido Sobre o vão Do espaço De pedra e de aço Onde não Permaneço - p a s s o”. Zila Mamede
                        Ventre de Ostra é a proposta de encenação do escritor, dramaturgo  e diretor Júnior Dalberto e da atriz Luana Vencerlau que aborda o universo feminino a partir da poesia de grandes mulheres potiguares.
                    O espetáculo traz para o público um relato sincero de uma atriz que influenciada por todas essas mulheres, reafirma o lugar da mulher no desenvolvimento de uma sociedade que ainda não respeita suas mulheres e não lhes garante os direitos essenciais em pleno século XXI.
                     A poesia das mulheres potiguares é a aposta de renovação de público e a oportunidade de prestar uma homenagem a estas mulheres que ainda são pouco reconhecidas no cenário nacional. A parceria da atriz Luana Vencerlau e do dramaturgo e diretor Júnior Dalberto, é mais um núcleo de criação que surge e fortalece a cena teatral Natalense buscando dar visibilidade a um tema pouco explorado na cidade de Natal.
                        A poesia potiguar e inserida dentro de um olhar delicado sobre a migração feminina que na busca por dias melhores se lançam no desconhecido, sendo resgatada pela magia da palavra.   A heroína da peça é um símbolo de tantas Anas, Marias e Luanas que sonham com novos tempos, com uma vida melhor e não acreditam  mais no cavalo branco do príncipe nem nas brandas leis de um país machista.
                   Ventre de Ostra é uma renovação do pensamento, da maneira como a sociedade encara a poética feminina. Através das palavras poéticas inseridas na dramaturgia de Junior Dalberto das poetisas Zila Mamede, Nísia Floresta, D. Militana, Marize Castro, Diva cunha, Leocy Saraiva, Rizolete Fernandes e Joriana Pontes, tentamos chegar ao conhecimento do público a grandiosidade, a beleza, visceridade e riqueza das nossas maravilhosas poetisas potiguares.
                       Lançando essas “poesias aos ventos” escritas dentro dos programas do espetáculo faremos assim como as lindas sementes de algodão, flutuando pelas brisas elas aterrissam em solos desconhecidos, fertilizarão, ganharão vida, se transformam em matérias primas para nos aquecer nos nossos invernos pessoais. Viva a poesia potiguar brasileira, Viva o teatro, evoé.

Nenhum comentário