Exposição INarteurbana tem início nesta quinta(13/06) na Capitania das Artes



Será aberta nesta quinta (13/06) a partir das 17h na Galeria Newton Navarro da Capitania das Artes a Exposição Inarterurbana, que exibe o trabalho de 20 artistas visuais, que durante  dez dias realizam pinturas de murais na comunidade do Passo da Pátria, através de interações com moradores dentro de um processo de residência artística. A mostra fica aberta ao público até 13 de julho com entrada franca.
Integram a quinta edição do projeto os artistas Amanda Pietra [PE], Borges [RN], Bruno Otávio [RN], Clara Felix [RN], Digo Cardoso [SC], Erre [RN], Guinr [RS], Gurulino [DF], Iannes [RJ], Karen Dolorez [SP], Moka [AP], Nata Família [RJ], Pomb [DF], Rocha [MA], Toliga [RN], Wes Gama [GO] e Hirlan [CE, convidado pelo Festival Concreto].
A abertura da mostra terá apresentações de Breakdance com Cuscuz Clan ,além de pockets shows com Pocket show com Preto Bronx ,Flori Fryky,O Nobre,Bex, + DJ set e flash tatto com Sunsarara TTT Precária.
Desde a primeira edição do INarteurbana, em 2015, é realiziada uma exposição coletiva, que marca o lançamento da nova edição do projeto. Já passaram mais de 60 artistas locais, nacionais e internacionais, com diferentes técnicas e sob diferentes suportes nas salas da Pinacoteca do Estado e da Capitania das Artes, museu e centro de arte cultural do estado.
“Essa exposição é uma mostra do que é desenvolvido durante os dez dias de residência e do trabalho dos artistas participantes de cada edição. Os trabalhos produzidos para mostra são fiéis ao trabalho de rua, utilizando um suporte de madeira compensada de 20mm num formato de 80x120cm”, explica uma das produtoras do projeto, Agathae Montecinos.  
O tema é decidido entre os artistas no dia de produção.  A exposição fica aberta durante 30 dias, com  uma média de quaro mil visitantes nesse período, sendo escolas de todo o Estado e público local. Também são organizadas visitas guiadas com os moradores e escolas na comunidade do Passo da Pátria.

Residência
Os artistas estão reunidos pintando murais e realizando atividades com jovens do bairro Passo da Pátria, através de intervenções culturais e oficinas. As pinturas produzidas se juntarão aos trabalhos realizados em edições anteriores
por outros artistas que participaram do projeto, ampliando a visão de um museu a céu aberto com a quantidade e variedade artística. 
Além da residência e exposição está programada no dia 20 de junho a partir das 18h na UFRN a mesa redonda “Ocupação de Espaço Público com projetos sócio-culturais” .

INarteurbana

Idealizado pelas produtoras Agathae Montecinos, Sayonara Pinheiro e Nizia Montecinos, o INarteurbana é um projeto sociocultural e transdisciplinar de ativação de espaços públicos através de ações artísticas. Através de ações regulares desde 2016, a ação tornou-se um ponto de encontro da cena da arte urbana nacional e internacional, principalmente através de residências artísticas promovidas pontualmente e que contribuem para a vida cultural da cidade e fortificam a relação entre públicos, artistas, agentes e instituições.
Com base no Ponto de Cultura Casa Vermelha, a INarteurbana se instalou no Passo da Pátria, um bairro periférico natalense marcado pelo desenvolvimento de dispositivos de animação e ações artísticas envolvendo artes visuais, artes cênicas, urbanismo tático e bem-estar.
O projeto é uma realização da associação franco-brasileira Pixo, e do ponto de cultura e residência artística Casa Vermelha, patrocinado pela Fundação Air France, com o apoio do Consulado Geral da França em Recife, Instituto Francês no Brasil, Festival de Arte Urbana Concreto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Prefeitura de Natal, Fundação Capitania das Artes, Mídia Digital, SEMURB-RN, Ceasa/RN, Sistema Fecomércio RN através do Sesc, Escola Municipal Mareci Gomes, Sherwin Williams, Jamad Madeiras e Ferragens, Rádio comunitária e Grupo de idosos do Passo da Pátria.

Nenhum comentário