Gato baleado precisa de ajuda para fazer cirurgia e voltar a andar


“Negão”, um gato de aproximadamente quatro anos, foi mais uma vítima da crueldade humana. Ele sofreu um tiro de espingarda na última sexta-feira (17), na região da Praia do Meio, e desde então está sem andar. O projétil atingiu a coluna do felino e ficou alojado acima da medula.
A tutora de “Negão”, dona Acidália Bastos, faz de tudo para cuidar do animal, mas não pode arcar com os custos do tratamento. Ela já gastou cerca de R$ 400 em exames e a cirurgia para retirada da bala está orçada em R$ 1.200. Sem essa operação, o gato corre o risco de ficar paraplégico.
Muito preocupada com a saúde de “Negão”, dona Acidália faz um apelo por ajuda no custeio da cirurgia. “O que eu tinha pra fazer eu já fiz, gastei R$ 400 mas não tenho mais condições de continuar o procedimento” diz, emocionada, a dona de casa. Conheça melhor a história de “Negão” na reportagem:


Uma conta bancária está disponível caso alguém possa ajudar com qualquer quantia no tratamento de Negão:
BANCO DO BRASIL
AG – 2623-9
C.C – 28977-9
Titular: MARCOS R. FRANCISCO

op9

Nenhum comentário