Troféu de campeão Potiguar 2019 homenageia Parque da Cidade de Natal



Um dos cartões postais da cidade do Natal serviu como inspiração para a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) homenagear o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte como o troféu do vencedor do Campeonato Potiguar 2019. A obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer com a colaboração de Ana Niemeyer e Jair Varela, em 2006, é um dos principais pontos de preservação da mata atlântica no estado, sendo uma Zona de Proteção Ambiental.
A taça será entregue ao campeão Estadual deste ano, em decisão realizada com o Clássico Rei entre ABC e América. Os jogos serão realizados nos dias 17 e 24 de abril, no Estádio Frasqueirão e na Arena das Dunas, com transmissão da Inter TV RN para todo o Rio Grande do Norte.
Nesta segunda-feira (15), estiveram no Palácio Felipe Camarão em reunião com prefeito de Natal, Álvaro Dias, o presidente da Câmara Municipal de Natal, Paulinho Freire; o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, José Vanildo da Silva; o presidente do ABC Futebol Clube, Fernando Suassuna; o presidente do conselho deliberativo do América Futebol Clube, José Vasconcelos da Rocha; e o diretor comercial do América, Ricardo Valério. Na oportunidade, foi apresentado o troféu e solicitado reforço no transporte público nos dias da decisão, prontamente atendido pela Prefeitura. Além disso, foi firmada a parceria para o tour da taça do campeonato por escolas da rede municipal de educação, com a presença do mascote Cajulino e de sorteio de ingressos.
“Mantivemos a tradição de fazer troféus temáticos. Já fizemos com a Fortaleza dos Reis Magos, o Cajueiro de Pirangi, o Farol de Mãe Luiza, a Arena das Dunas, o Estádio Juvenal Lamartine, e agora o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte. É uma forma de aproximar o futebol da nossa história, de um patrimônio, do dia a dia da sociedade”, conta José Vanildo, presidente da FNF.
Sobre o Parque da Cidade
O Parque da Cidade foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer com a colaboração de Ana Niemeyer e Jair Varela, com início da obra no final do ano de 2006. O parque, além de ser uma primeira experiência de gestão em Zona de Proteção Ambiental (ZPA), desempenha a função de espaço destinado ao lazer ecológico, cultural e equipamento estratégico de promoção da educação ambiental, ocupando uma área total 136,54 hectares, que abrange os bairros de Pitimbu, Candelária e Cidade Nova.
Em homenagem a Dom Nivaldo Monte, administrador Apostólico de Natal, que era um homem da terra, amante da natureza, dedicado à botânica e que deixou como herança um admirável exemplo de vida, por seu apostolado em nome da paz, o Parque da Cidade do Natal recebeu seu nome. Dom Nivaldo foi fundador da Escola de Serviço Social de Natal, a segunda do Nordeste, além de professor, escritor e membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras.
A importância do Parque se dá por sua relevância ecológica, sendo responsável pela manutenção dos processos ecológicos e pela proteção integral da área que é uma das principais fontes de recarga do aquífero de Natal (cerca de 70% do abastecimento de água da cidade provém do subsolo), considerado um dos poucos reservatórios naturais ainda não contaminados em Natal.
Fotos: Assessoria de Imprensa / 10 Sports

Nenhum comentário