Rogério Marinho diz que nova Previdência é "dura com privilegiados"


O secretário especial de Previdência e Emprego, Rogério Marinho (PSDB), tem dedicado os últimos dias a esclarecer a população os pontos considerados polêmicos da proposta apresentada pelo governo ao Congresso Nacional. Em entrevista a Agência Estado, publicada na Tribuna do Norte neste domingo (24), o ex-deputado federal potiguar diz que a nova Previdência é "dura com privilegiados".
"A sociedade está reclamando de um projeto que não leu e está caindo em 'fake news' justamente feito por aqueles que são das corporações. As corporações estão afrontadas e começam a jogar nas redes sociais uma versão que não corresponde à realidade. O projeto é duro com os privilegiados, porque reconhecemos que aqueles que estão no topo da pirâmide têm condições de pagar um pouco mais por esse esforço coletivo de reestruturar a Previdência", disse Rogério.
Não à toa, associações de servidores com altos salários já avisaram a imprensa que buscarão a Justiça contra a proposta de alíquota de 22% em seus pagamentos. O percentual é previsto no projeto para funcionários públicos que ganham acima de R$ 39 mil, o teto estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A turma não quer abrir mão de nenhum centavo.

Nenhum comentário