RN está com 33 praias impróprias para banho

Cartão Postal de Natal, Praia de Ponta Negra está impropria para banho

Todas as 33 praias potiguares monitoradas pelo programa Água Azul estão impróprias para banho devido à quantidade excedente de coliformes fecais. é o que aponta o último Boletim de Balneabilidade, divulgado ontem (26).
São monitoradas praias de Natal, Parnamirim, Nísia Floresta e Extremoz. Entre estas estão Ponta Negra, Redinha, Cotovelo, Tabatinga, Graçandu, Genipabu e Pitangui. O estudo da balneabilidade de uma praia compreende a medida das condições sanitárias, objetivando a sua classificação em PRÓPRIA e IMPRÓPRIA para o banho, em conformidade com as especificações da resolução CONAMA nº 274/2000.
A classificação apresentada no relatório tem como base a quantidade de coliformes fecais encontrados nas águas das praias monitoradas e de acordo com o estabelecido na resolução nº 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).
A categoria “imprópria para banho” pode significar que na praia houve incidência relativamente elevada ou anormal de doenças por veiculação hídrica; sinais de poluição por esgotos, perceptíveis pelo olfato ou visão; recebimento de esgotos por intermédio de valas, corpos de água ou canalizações, inclusive galerias de águas pluviais; presença de resíduos ou despejos, sólidos ou líquidos, inclusive óleos, graxas e outras substâncias capazes de oferecer riscos à saúde ou tornar desagradável à recreação; pH menor que 5 ou maior do que 8,5; presença de parasitas que afetem o homem ou a constatação da existência de seus hospedeiros intermediários infectados e outros fatores que contra-indiquem, temporária ou permanentemente, o exercício de recreação de contato primário.
O Programa Água Azul é uma parceria entre o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e O Instituto de Defesa do Meio Ambiente (IDEMA).

Nenhum comentário