Marcelo Queiroz lidera comitiva de representantes do trade turístico para pedir apoio da Prefeitura de Natal a voo charter holandês



O presidente do Sistema Fecomércio Rio Grande do Norte, Marcelo Queiroz, liderou, no final da manhã desta quarta-feira, 24, uma comitiva de representantes do trade turístico potiguar em visita ao prefeito de Natal, Álvaro Dias. Na pauta, o pedido de apoio do Executivo Municipal para a implantação, a partir de novembro de 2019, de um voo charter da operadora holandesa Corendon, com duas frequências semanais ligando aquele país (e outros vizinhos, como Bélgica, Luxemburgo e Dinamarca, além do Oeste e Norte da Alemanha) à capital potiguar.

“Semanalmente serão 360 passageiros, ou seja, serão 1,5 mil turistas por mês, cerca de 9 mil ao longo de todos os seis meses de operação. Estima-se que cada turista irá gastar aqui algo em torno de 170 euros por dia. Ficando, em média, 14 dias aqui, seriam 2.380 euros por turista ou um total de 22 milhões de euros (ou R$ 88 milhões) movimentados pelos visitantes em seis meses. Um incremento considerável para o setor que é um dos pilares da nossa economia”, pontuou Queiroz.

O presidente da Fecomércio destacou, ainda, que hoje o fluxo de turistas estrangeiros para Natal tem sido limitado. “Temos praticamente apenas duas ligações diretas aqui para Natal (Portugal e Argentina) e estamos enfrentando uma concorrência muito forte de destinos como Recife e Fortaleza, cujas malhas aéreas já permitem ligações com vários destinos mundo afora. Fica claro que é extremamente importante para nós fomentarmos a operação, no nosso aeroporto, de voos charteres, que em um passado recente (entre o final dos anos 90 e o início dos anos 2000) tiveram papel fundamental para o crescimento da nossa atividade turística”, afirmou Queiroz.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN (ABIH RN), José Odécio, disse que o pleito principal da Corendon é uma verba de 300 mil dólares para divulgação do destino Natal na Europa como forma de garantir passageiros para o voo. “Nós já conseguimos o compromisso do Governo do Estado de bancar 200 mil dólares e precisamos garantir os outros 100 mil dólares”, afirmou ele.

O presidente da Fecomércio RN fez questão de ressaltar a importância do turismo para o comércio e para a economia natalense como um todo. “Com o turismo forte, toda a economia sente. O comércio aquece e todos ganham. Para a Prefeitura, por exemplo, seria um recurso investido que certamente retornaria aos cofres públicos na forma de impostos, caso se viabilize este aporte de 100 mil dólares”, disse Marcelo Queiroz.

O Prefeito Álvaro Dias se mostrou bastante receptivo ao pleito. “Natal é turístico. Esta é nossa principal vocação. Apesar das dificuldades financeiras que passamos, irei envidar todos os esforços para viabilizar este investimento pois sei da sua importância e do seu retorno multiplicado”, afirmou o prefeito.

Participaram ainda do encontro o presidente da representação potiguar da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem (Abav RN), Abdon Gosson; o coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio, George Gosson; a representante da Corendon, em Natal, Cristiane Weber; a secretária de Turismo de Natal, Christiane Alecrim; e o empresário e diretor da ABIH RN, Manoel Andrade.

Nenhum comentário