Semtas abre mais 150 vagas para Cursos Gratuitos de Qualificação Profissional



Com objetivo de seguir investindo na qualificação profissional do cidadão, a Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Semtas), por meio do Departamento de Desenvolvimento e Qualificação Profissional (DDQP), abre a partir de quinta-feira, 4, e sexta-feira, 5, mais 150 vagas dos cursos gratuitos profissionalizantes oferecidos pelo município do Natal.
São 101 vagas destinadas a demanda aberta (pessoas que encontram-se em situação de desemprego, jovens (a partir de 16 anos) e idosos que almejam a inserção no mercado de trabalho); e 49 vagas para usuários da rede socioassistencial (acompanhados pelas unidades descentralizadas da Semtas), além de Instituições parceiras. Até o final de novembro, a previsão é de que mais 500 vagas sejam abertas pela Semtas, através do DDQP.
De 2013 a 2018, já foram ofertadas 24.995 vagas dos Cursos de Qualificação Profissional promovidos pela Semtas. O que significa que mais de 20 mil pessoas foram beneficiadas com a implantação dos cursos profissionalizantes e a oferta de vagas.
“Os cursos profissionalizantes oferecidos pela Semtas não só contribuem para a inserção no mercado do trabalho, como auxiliam para a disseminação do conhecimento e habilidades que são exigidas neste mercado. Aideia é oferecer oportunidades que o qualifique para o trabalho que ele vai exercer no futuro, promovendo aulas práticas e orientações de como elaborar um currículo, ou se comportar durante uma entrevista de emprego, por exemplo. É uma ação voltada para a qualificação profissional da comunidade, nas mais diversas áreas do conhecimento”, ressalta a titular da Semtas, Ilzamar Pereira.
Para esta etapa, entre os cursos oferecidos estão: Doces e Salgados Gourmet, Vagonite, Escovas e Penteados, Design de Sobrancelhas, Corte de Cabelo Masculino e Design de Barbas.
Os cursos têm a carga horária composta por até 200 horas/aulas, nos turnos da manhã e da tarde.
No ato da inscrição é necessário levar:
  • Identidade
  • CPF
  • PIS
  • NIS (Número de Inscrição Social)
  • Carteira de Trabalho
  • Comprovante de Residência (últimos dois meses)
  • Comprovante de Escolaridade
  • Comprovação de Conhecimentos Técnicos (se o curso exigir).

Nenhum comentário