POLÍCIA PRENDE FORAGIDO DE ALCAÇUZ, LIDER DE FACÇÃO CRIMINOSA



Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado - DEICOR - em conjunto com o Batalhão de Polícia de Choque - BPChoque, prenderam na tarde dessa terça-feira (03), PEDRO BEZERRA DE OLIVEIRA, dando cumprimento a um Mandado de Prisão, já que ele era foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, desde o dia 14/01/2017, após a guerra entre facções naquela unidade prisional.
No momento da prisão, "Pedrinho", como é mais conhecido, estava em um veículo Ford Ka com sua esposa, momento em que tentou fugir, colidindo em vários veículos, e após bater em um meio fio, tentou correr, sendo capturado pelos policiais.
Após a prisão, os investigadores constataram que "Pedrinho" portava uma cédula de identidade falsa. No decorrer das diligências os investigadores, juntamente com os policiais do BPChoque, foram até o endereço de "Pedrinho", próximo ao Fórum Seabra Fagundes, em Lagoa Nova, e lá foram encontrados uma pistola calibre .380, com dois carregadores, e várias munições, além de um caderno com a contabilidade do tráfico de drogas.
No momento do seu interrogatório, o acusado confessou que havia vendido uma outra pistola para um preso de nome "Diniz", e que a arma estaria com a esposa dele, em uma casa localizada no bairro de Candelária.
Diante de tal informação, os policiais civis foram até o endereço indicado e lá encontraram considerável quantidade de "Crack", uma balança de precisão, vários sacos de "din-din", certa quantia em dinheiro e um veículo tipo Gol.
PEDRO está sendo autuado por uso de documento falso, posse ilegal de arma de fogo, além de associação criminosa e tráfico de drogas, haja vista, ter confessado que a droga que foi encontrada na residência no bairro de Candelária lhe pertencia.
Os policiais reafirmam o compromisso com a sociedade e deixam claro que o crime será sempre combatido com o máximo rigor da lei, custe o que custar.
"Não é por ódio ao que estamos enfrentando, mas por amor ao que estamos defendendo"
DEICOR, ADSUMUS!

Nenhum comentário