Roda "Cores do Nosso Samba" volta ao foyer do Teatro Riachuelo


A Roda de samba “Cores do Nosso Samba” está de volta ao Foyer do Teatro Riachuelo, no dia 25 de agosto, com o cardápio colorido de vozes, suingues, batuques do “Botequim Do Meu Jeito”, regado pela musicalidade de Valéria Oliveira que estará acompanhada por Raphael Almeida (cavaco e direção musical), Jubileu Filho (7 cordas), Alexandre Moreira (bandolim), Aluizio Pizão, Cicinho, David Silva e Kelliney Silva (percussões) e Dani Lucass e Michelle Lima (vocais).  Com um clima descontraído, a roda promete uma tarde para encontrar os amigos, tomar uma cerveja bem gelada e ouvir um desfile de grandes obras musicais do repertorio de samba.
Essa é a quarta edição da temporada 2018 do projeto “Cores do Nosso Samba”, criado em 2014 por Valéria Oliveira e pelo qual já passaram cerca de 30 artistas ligados ao samba de raiz, entre potiguares e bambas de outros estados. O projeto já ocupou o espaço cultural Buraco da Catita, o shopping Seaway, o Bar 294, já participou do Ribeira Boêmia e agora ocupa o foyer do Teatro Riachuelo.
Nesta edição, Valéria convida DaúdeAna TomazSueldo Soaress e Berthone Oliveira, desfilando sambas de referências em suas respectivas carreiras, presentes em suas discografias ou homenageando ícones da música popular brasileira como Jovelina Pérola Negra, Dona Ivone Lara, João Nogueira, Dorival Caymmi, Jorge Aragão, Djavan, entre outros, em solos e duetos.
Com Patrocínio da Prefeitura do Natal e Unimed Natal, por meio do Programa Djalma Maranhão, os ingressos com desconto podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Riachuelo.
Venha conhecer o projeto. É festa para toda a família!

Saiba mais sobre os convidados desta edição
Daúde
Daúde nasceu em Salvador e mudou-se para o Rio de janeiro aos onze anos de idade.  Começou a carreira cantando em teatro e em casas noturnas e em 1995 foi convidada para gravar seu primeiro CD “Daúde”, conquistando a crítica especializada e ganhando os prêmios Sharp de Música e APCA (Associação dos Críticos de Arte de São Paulo), e dos leitores do Jornal do Brasil. Em 1997 lançou  “Daúde #2”  e em 1999  “Simbora”. 
Seu penúltimo álbum, “Neguinha, Te Amo”, homenageou as mulheres e colaborou para que o público internacional tivesse outra visão da música brasileira, transcendendo clichês estabelecidos ou estereótipos tropicais. Em 2015 Daúde lança seu novo CD intitulado  “Código Daúde”, com produção executiva e arranjos da própria, com participações de artistas como Nelson Sargento, Marcos Valle e Alceu Valença.
Sueldo Soaress
Iniciou sua carreira na noite natalense na década de 80, tocando em bares e
uma vez com o pé na estrada, Sueldo não parou mais.  Protagonizou no teatro Alberto Maranhão, espetáculos como “Tinta Viva” (1984), “Reino” (1985), “Novo Mundo” (1986) e “Tulipa Negra” (1987). Este último show ficou em cartaz por cerca de dois anos, tendo sido levado a diversas capitais brasileiras. Subiu ao palco do Projeto Pixinguinha, dividindo as atenções com Joyce, Clara Sandroni e Lazo Matumba. No ano seguinte, estava participando do “Pixingão”, com a Orquestra de Música Popular Brasileira, na sala Sidney Miller (Rio de Janeiro).
Em suas experiências internacionais viajou para a França, Espanha, Alemanha, Marrocos e Estados Unidos, onde se apresentou nas cidades de São Francisco, Santa Cruz, Los Angeles e San Jose. Sueldo segue como um dos destaques da música potiguar com uma musicalidade que une o swing com a suavidade. Nos últimos anos tem participado ativamente dos movimentos de samba locais.
Berthone Oliveira
Carioca, nascido em Niterói, reside em Natal há 18 anos, onde começou sua história na música, formando e participando de grupos como “Coisa de Pele”, “Fé e Raiz” e “Sambrasil”.
Hoje, em trabalho solo, mantém forte identidade com o samba. Tem como referências musicais, João Nogueira, Cartola, Jorge Aragão, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Fundo de Quintal, chegando a abrir shows de alguns desses artistas.
Gravou alguns CDs independentes interpretando sambas já consagrados e músicas autorais de Flávio Cardoso, André da Mata e Zé Katimba.
Ana Tomaz
Ana Tomaz, 29 anos é natural de Santos (SP), morou em Mossoró até os 26 anos e em 2015 mudou-se para Natal. Seu trabalho musical é voltado para a música popular brasileira e o samba de raiz, reverenciando grandes nomes como: Paulinho da Viola, Noel Rosa, Cartola, Vinicius de Moraes, João Nogueira, Dona Ivone Lara, Clara Nunes, Elis Regina, Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Paulo Cesar Pinheiro, Geraldo Pereira, Adoniran Barbosa, João Bosco e tantos outros mestres e intérpretes.
Além de apresentações na noite potiguar, participou de eventos como “Natal em Natal”, “Mossoró Cidade Junina”, “Carnaval de Natal”, show “Amor e Boemia”,” Projeto Cultura Instância das Artes”, “Cultura Club” (SESC-RN), “Canta  Mais” e “Ribeira Boêmia”.
Samba em Movimento
O projeto “Cores do Nosso Samba” é uma das diversas iniciativas que vem ganhando força na cidade de Natal nos últimos cinco anos em prol da valorização do samba.
A proposta de levar o samba para o foyer do Teatro Riachuelo na temporada 2018 da roda foi inspirada na Roda de Samba de Tia Surica (Velha Guarda da Portela) realizada no salão do Teatro Rival no Rio de Janeiro, da qual Valéria participou por duas vezes.
O samba tem o poder agregador, ele aproxima as pessoas - a força do seu batuque e a beleza de suas letras e melodias atraem novos ouvintes - que com o tempo inevitavelmente se tornam amantes do gênero, consumidores em potencial de discos e frequentadores de rodas e shows.
Nas edições deste ano Valéria tem levado informação sobre o movimento do samba em Natal, focando na expansão e diversificação do público local simpático ao gênero e mantendo a descontração do momento de encontros, cantorias e festa.
SERVIÇO:
Valéria Oliveira – Botequim Do Meu Jeito - Roda Cores do Nosso Samba
Dia 25 de agosto sábado, 13h30 às 16h30. Abertura das portas às 13h
Teatro Riachuelo
Realização: Green Point Produções
Patrocínio: Prefeitura do Natal, Lei Djalma Maranhão e Unimed Natal.
CANAIS DE VENDAS
Bilheteria do Teatro: Shopping Midway Mall - Av. Bernardo Vieira 3775 - piso L3 (terça a sábado, das 12h às 21h, domingo e feriado, das 14h às 20h).
Site: www.uhuu.com
Ingressos
R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia entrada)
*Os ingressos são individuais. Mesas e cadeiras estarão disponíveis por ordem de chegada em quantidade LIMITADA (inferior à capacidade do público).
Descontos válidos para o valor de inteira e não cumulativos:
  • 50% de desconto para clientes que apresentarem o panfleto disponibilizado pela produção na bilheteria do teatro ou o print da divulgação do evento nas redes sociais. Descontos disponíveis apenas para compras na bilheteria do teatro e limitados a 200 ingressos no total (para as duas modalidades de comprovação).
  • 50% ESTUDANTES: Lei Federal 12.933/13, Decreto Federal 8.537/15 e Medida Cautelar Provisória concedida pelo STF em 29/12/2015 - obrigatória apresentação de Carteira de Identificação Estudantil (CIE).
  • 50% IDOSOS: Lei Federal 10.741/2003 - obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto que comprove a sua condição.
  • 50% PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 e Decreto Federal 8.537/15
  • 50% PROFESSORES da Rede Pública e Particular de ensino: Lei Municipal n° 243/06 - obrigatória apresentação de carteira funcional emitida pela Secretaria Municipal de Educação de Natal ou holerite acompanhado de documento oficial com foto.
  • 50% DOADORES REGULARES DE SANGUE*: Lei Municipal n° 344/11 - Documento oficial válido, expedido pelos hemocentros e bancos de sangue.
  • 50% desconto para os primeiros 100 clientes do plano Unimed Natal e médicos cooperados. Desconto válido apenas com a apresentação da carteira (UNIMED NATAL) e CPF. Desconto limitado a um ingresso por CPF.

Nenhum comentário