Joaquim Barbosa não será candidato à presidência


O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa afirmou, nesta terça-feira, 8, que não será candidato à presidência. Barbosa está filiado ao PSB e era o principal nome do partido para disputar as eleições 2018.
“Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal”, afirmou Joaquim Barbosa através das redes sociais.

Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, por sua vez, afirmou que a decisão de Joaquim Barbosa é “compreensível”. Além disso, Siqueira informou que a cúpula do partido irá se reunir nas próximas semanas para discutir a possibilidade de outro nome para a presidência.
“Ele [Joaquim Barbosa] avisou hoje cedo. Ligou agradecendo muito ao partido, disse que refletiu muito e que tinha decidido não ser candidato. Disse a ele que era compreensível, porque é uma decisão de foro muito íntimo ser ou não candidato numa eleição”, afirmou em entrevista ao Broadcast Político do Estadão.
Na última pesquisa Datafolha, a intenção de voto para Joaquim Barbosa variava entre 8% e 10%, dependendo do cenário. Sem Lula, o ex-ministro ficava atrás apenas do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e de Marina Silva (Rede).

No último dia 19 de abril, Joaquim Barbosa já havia informado que não estava certo sobre a sua possível candidatura à presidência do Brasil. Na ocasião, o ex-ministro afirmou que ainda não havia se convencido de que seria candidato nas eleições.

Nenhum comentário