Fatores que podem afetar a fertilidade masculina


Em casos em que o casal está na tentativa por uma gestação por um ano sem sucesso, é possível que exista algum problema afetando a fertilidade. No caso dos homens, é essencial que se procure um especialista, que orientará a realização de um espermograma, que analisará as características dos espermatozóides, incluindo a vitalidade.
 
Estudos ao redor do mundo apontam as principais causas de infertilidade masculina, alguns destes fatores também podem ser responsáveis pela dificuldade de engravidar entre as mulheres. Quais são?
 
DST – As doenças sexualmente transmissíveis como é o caso da clamídia e gonorréia, causam inflamação nos testículos e no epidídimo, sendo assim, a passagem dos espermatozóides é travada, o que desencadeia na impossibilidade de gerar filhos.
 
Telefone no bolso – Estudo realizado na Universidade de Exeter, Inglaterra, constatou que o contato diário com a radiação do celular fazia com que a produção de gametas masculinos caísse em 8%. A exposição frequente à radiação afetaria o DNA das células.
 
Peso acima do normal – Excesso de gordura corporal, principalmente na região do abdômen aumenta a temperatura dos testículos, o que prejudica a qualidade do sêmen. Por isso, realizar uma mudança no estilo de vida, como alimentação saudável e prática de exercícios, se torna primordial em casos de infertilidade por sobrepeso.
 
Uso de álcool, fumo e drogas – No caso do cigarro, por exemplo, um componente químico conhecido como cádmio uma vez depositado nos testículos, nunca mais sai. O fumo também agride os vasos sanguíneos, podendo resultar na má qualidade dos espermatozóides. O consumo frequente de álcool e de qualquer outro tipo de droga também em longo prazo pode afetar a fertilidade masculina.
 
Varizes no saco escrotal – Esse problema conhecido como varicocele é um dos principais responsáveis em caso de infertilidade entre o público masculino. Geralmente nesses casos, uma cirurgia é indicada para a correção do problema.
 
Ausência de espermatozóides – Esse problema é conhecido como azoospermia e é quando o sêmen não apresenta nenhum espermatozóide. Pode ser causado por obstrução ou pela escassez resultado de defeitos no momento da ‘fabricação do sêmen’. O tratamento neste caso depende da causa da azoospermia.
 
Excesso de anabolizantes – Suplementos à base de testosterona podem, em longo prazo, repercutir negativamente sobre a fertilidade entre os homens. Pode ocorrer redução na quantidade de espermatozóides ou até a esterilidade.
 
Existe algum recurso natural em caso de infertilidade masculina, quando está relacionado à baixa produção de espermatozóide? Dentre alguns dos principais afrodisíacos existentes, está a erva tribulus terrestris, que possui efeito estimulante na espermatogênese, o que gera aumento da quantidade do hormônio luteinizante (LH), o que estimula a secreção da testosterona, que resulta na qualidade e melhora da quantidade de esperma.
 
Em casos de infertilidade, o ideal é que ambos, homem e mulher, façam exames para tentar descobrir a possível causa do problema.

Nenhum comentário