O ex-presidente Lula pode conseguir sair da cadeia nas próximas semanas


Os advogados alegam que Moro atropelou a regra ao sentenciar a prisão (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

O ex-presidente Lula da Silva tem duas chances de sair da cadeia nas próximas semanas, e ambas no Supremo Tribunal Federal. A partir da quinta-feira até dia 10 os ministros da 2ª Turma da Corte votam, no sistema online, o recurso da defesa de Lula contra a prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro. Os advogados alegam que ele atropelou a regra ao sentenciar a prisão antes da análise dos embargos pelo TRF da 4ª Região – cuja Turma acabou por rejeitar posteriormente. Em outra, a Ação Declaratória de Constitucionalidade protocolada pelo PCdoB pode avançar para plenário, na qual o partido pede que a Corte acolha o que cita a Constituição: prisão de condenado somente após trânsito em julgado, em última instância. Os ministros estão divididos no tema.

Banho-Maria
Ocorre que a Corte, pelo visto, não tem pressa em rever a Jurisprudência retomada em 2016, quando determinou a prisão de condenados após segunda instância.

Risco
Mesmo que a ADC pedida pelo PCdoB avance, há risco para Lula de a maioria dos ministros do plenário rejeitarem a ação.

Leandro Mazzini - Opinião e Notícia

Nenhum comentário