Livro OS MAVIGNIERS de Carlos Noronha


Movido pela curiosidade acerca dos antepassados e o interesse pela Occitânia (hoje, sul da França, com o Nordeste, por meio de manifestações de cultura como a literatura de Cordel, o sociólogo potiguar Carlos Noronha Mavignier lançou este mês, um novo livro Os Mavigniers que aborda, essencialmente, a cultura e a história.

O livro de Carlos Noronha – o décimo de sua carreira trata da saga de uma família do sul da França, cujos descendentes chegam em terras pernambucanas em meados do século XVIII.

A família Mavignier, vinculada à monarquia brasileira no século XIX em todos os seus aspectos, vem contribuindo em diversas áreas profissionais, tais como: medicina, direito, odontologia, farmácia, artes, engenharia civil, entre outras. O livro e destinado a leitores ávidos por temas históricos e culturais.


OS MAVIGNIERS
Da França ao Brasil
Autor: Carlos Noronha


A obra em enfoque, dividida em dez capítulos e ricamente ilustrado, realiza uma análise antroponímica deste sobrenome, assim como a participação de diversos membros da família Mavignier em momentos históricos brasileiros. Muitos deles, aliás, dedicaram-se à literatura e demais expressões artísticas bem como à educação, em um período onde grassava o analfabetismo.

Uma tese pouco conhecida levada a cabo por um professor da Universidade do Porto (Portugal) corrobora esta aventura, ao afirmar que franceses e ingleses chegavam a esta cidade lusitana com o intuito de comercializar com a colônia portuguesa na América, o Brasil.
Assim, Miguel Mavignier deixa Toulon, sua cidade natal, seguindo para Portugal, casando-se com Thereza da Rosa. Esse matrimônio gera numerosa descendência, porém dois de seus filhos acompanham seus avós maternos que foram desterrados para Pernambuco, por obra da Inquisição.

Cumpre ressaltar, ainda, que a cultura occitana possui muitas características com a nordestina, pois da Occitânia vem o cordel, por exemplo.

O escritor e músico pernambucano Silvério Pessoa realizou um projeto musical com o grupo La Talvera denominado ForrOcitània demonstrando os elos culturais entre os povos nordestino e occitano. Os descendentes de Joaquim Joze e Manoel, filhos de Miguel, espalham-se por várias províncias brasileiras, dedicando-se a inúmeras atividades laborais.

Um livro que fala da arte e da história, demonstrando a participação de uma família franco-portuguesa nessas áreas do conhecimento humano.

Contato:  jornalista Rudilene Meira - 99977 2263

Nenhum comentário